Scroll Top

Saúde Variedades

Remédio caseiro para combater o tártaro, a gengivite e o mau hálito de forma natural

Esta receita natural vai ajudar a melhorar a saúde da boca de forma fácil e rápida

Óleo de coco combate tártaro gengivite e mau hálito

Enxaguantes bucais industrializados ajudam a diminuir as chances de surgirem problemas na boca, mas, muitas vezes custam uma fortuna e podem não ser a melhor alternativa para quem busca uma vida mais saudável, com menos alimentos e produtos artificiais.

A medicina alternativa pode auxiliar na desintoxicação e na saúde oral de forma natural.

O “oil pulling”, que em tradução livre, seria algo como “enxágue com óleo vegetal”, consiste na aplicação de óleos antibacterianos com a finalidade de eliminar o tártaro, o mau hálito e problemas como a gengivite.

E como funciona esse enxágue bucal com óleo?

Consiste na aplicação de óleos vegetais como o de girassol, coco e o azeite de oliva, para ajudar na saúde bucal.

O mais eficaz deles é o óleo de coco, cujos ácidos graxos e compostos antibacterianos reduzem ao máximo a presença de micro-organismos.

Este produto orgânico atua contra a bactéria Streptococcus mutans, principal responsável pela erosão dental e outros incômodos bucais, através da sua ação antibacteriana e anti-inflamatória.

Como enxaguar a boca com óleo de coco?

Quais são os benefícios?

basta colocar uma colher do produto na boca para iniciar o tratamento.

Além disso, também podemos combiná-lo com um pouco de bicarbonato de sódio para fazer um creme dental.

Devemos levar em conta que o óleo se solidifica no frio, por isso não é conveniente cuspi-lo na pia. Desse modo, o melhor é cuspi-lo em um recipiente e descartá-lo na lixeira.

Alguns recomendam fazer o enxágue pela manhã, logo antes de romper o jejum, mas a verdade é que ele pode ser feito em qualquer momento do dia.

Logo após, a boca pode ser enxaguada com água morna para evitar a sensação engordurada do óleo.

Clareia os dentes

Embora não funcione como um método profissional de clareamento, o óleo de coco pode contribuir para eliminar as manchas amarelas que se formam na superfície dental por causa do acúmulo de tártaro e restos de alimentos.

Seu uso como enxaguante e creme limpa os dentes e, além disso, mantém a língua sem aquela incômoda camada branca.

Seu uso regular proporciona importantes benefícios como:

  • Evita as doenças nas gengivas e na boca;
  • Contém substâncias anti-inflamatórias que são úteis para a prevenção e o tratamento da gengivite;
  • Possui ação inflamatória;
  • Diminui os resíduos das bactérias que alteram o pH da boca;
  • Atua contra as cáries e os sangramentos nas gengivas;
  • Combate a dor na mandíbula;
  • Evita as infecções, a inflamação e a dor;
  • Pode ser utilizado como complemento no tratamento da articulação temporomandibular (articulação que permite a movimentação da mandíbula inferior);
  • Reduz o mau hálito;
  • Clareia os dentes;
  • Diminui a presença de bactérias na língua e neutraliza a halitose;
  • Reduz as manchas amarelas que se formam na superfície dos dentes em virtude do acúmulo de tártaro e restos de alimentos;

Mais dicas:

Muitas pessoas combinam o óleo de coco com o bicarbonato de sódio, criando uma espécie de creme dental caseiro com ação branqueadora. Mas, é muito importante tomar cuidado com essa prática pois, quando utilizada em excesso, acaba por corroer o esmalte que protege os dentes.Publicidade

Detalhe importante: o óleo de coco se solidifica no frio, por isso fique atento ao lugar onde vai descartá-lo após o bochecho.

É recomendado fazer o enxague pela manhã, antes e depois das refeições, mas pode ser feito a qualquer momento que você desejar.

Misturinha caseira para acabar de uma vez por todas com mau hálito

Para acabar de uma vez por todas com mau hálito, você vai precisar usar essa mistura caseira pelo menos duas vezes ao dia. Por isso, aproveite as escovações para aplicar essa solução, durante 15 a 30 dias. Então, encha uma xícara de chá com água filtrada e adicione uma colher de chá de sal e outra de bicarbonato de sódio (de farmácia). Em seguida, faça bochechos e gargarejos com a mistura, atingindo a garganta e todas as partes da boca.

1. Tome chá de feno-grego

O feno-grego (fenacho) é uma planta usada como erva medicinal e tempero em sua forma de semente. Coloque uma colher de sopa de sementes de feno-grego em quatro xícaras de água fria. Ferva e deixe por 15 minutos em fogo baixo, em seguida, coe e beba como chá.

2. Coma goiaba

Dê preferência à fruta ainda não madura, que contém ácidos tânicos capazes de combater o mau hálito.38. Invista em pastilhas

Pastilhas de alfafa e clorofila, por exemplo, têm efeito desodorizante e ajudam a eliminar o cheiro ruim da bocal.

3. Beba chá de cravo

O chá de cravo é um poderoso antisséptico. Basta separar três cravos inteiros ou ¼ de colher de chá de cravo moído em duas xícaras de água quente e deixe em infusão por 20 minutos, mexendo ocasionalmente. Depois, despeje em uma peneira fina e use como bochecho ou gargarejo duas vezes ao dia.

4. Contra o bafo de alho, experimente limão e sal

Limão: a junção de limão e sal, se você aguentar ingerir, vai ajudar a retirar o hálito de alho e/ou cebola. Leia mais na matéria Benefícios do limão: da saúde à limpeza.

5. Mastigue goma natural

Feita de óleos essenciais de hortelã, ela acaba com os odores causados pelas bactérias – e a ação de mastigar estimula a produção de saliva, que ajuda a limpar o hálito.

6. Mastigue folhas de sálvia

A sálvia contém óleos essenciais com propriedades antibacterianas, que ajudam a neutralizar as causas do mau hálito. Procure mastigar as folhas cruas para obter esse benefício. Saiba mais na matéria Sálvia: para que serve, tipos e benefícios.

7. Tente spirulina

A spirulina é uma ótima fonte de clorofila e pode ser adquirida em forma de cápsula ou solta. A sugestão é de que se comece com 500 mg três vezes ao dia. Mas o recomendável é buscar orientação médica antes de iniciar qualquer tratamento de suplementação.

8. Use óleo de melaleuca

O óleo de tea tree ou melaleuca contém compostos antissépticos que a tornam uma poderosa desinfetante. Tente usar um creme dental contendo óleo de melaleuca. Você também pode colocar algumas gotas desse óleo em sua escova de dente ou com o seu creme dental regular.

Remédios caseiros para a gengivite

Para usar o óleo essencial capim-limão como remédio caseiro para a gengivite:

  1. Dilua duas a três gotas de óleo essencial de capim-limão em um copo de água;
  2. Bocheche a solução na boca por até 30 segundos;
  3. Cuspa a solução;
  4. Repita duas a três vezes por dia.

óleo essencial de capim-limão geralmente é seguro, mas muito potente. Comece sempre com uma mistura altamente diluída para que não cause irritação.

Enxaguante bucal de Aloe vera

Uma pesquisa descobriu que a babosa é tão eficaz quanto a clorexidina na redução da placa bacteriana e da gengivite. Ambos os métodos reduziram significativamente os sintomas da infecção. Ao contrário de outras opções de bochecho, o suco de Aloe vera não precisa ser diluído. Antes de usar, verifique se o suco é 100% puro.

Para usar um enxaguante bucal com aloe vera:

  1. Bocheche o suco na boca por 30 segundos;
  2. Cuspa a solução;
  3. Repita duas a três vezes por dia.

Você pode fazer com um pouco de água morna, assim evita a sensação engordurada do óleo.

Por fim, Veja também: Como fazer limpa piso milagroso: mistura caseira para deixar sua casa brilhando

Conhece o canal do RECEITAS NATURAIS no Youtube? Lá temos vídeos de alguns artigos publicados no site, todos originais feitos exclusivamente para você.

E aí, você gostou de conhecer estas Óleo de coco combate tártaro gengivite e mau hálito – 100% Natural? Temos certeza que sim, por isso, corra agora mesmo e compartilhe este artigo com seus amigos e familiares. Até o próximo artigo.

Importante: as dicas do site não substituem uma consulta ao médico!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.