Scroll Top

Saúde Variedades

Teste sua tireoide em casa – tudo o que necessita é de um termômetro!

Teste sua tireoide em casa

Como está a sua tireoide? Muitas pessoas têm problemas relacionados com a glândula tireoide e nem sequer desconfiam.

Fatores como uma obesidade frequente ou a incapacidade de conseguir emagrecer mesmo com dieta e exercícios podem indicar um mau funcionamento da glândula tireoide.

Hoje vamos ensinar a você um método para realizar um teste simples que lhe dará uma ideia sobre o funcionamento dessa glândula.

Mas, antes do método, é importante saber do que estamos falando, não é verdade? Quais as funções e sua importância para nosso organismo?

A tireoide é uma glândula em forma de borboleta e está localizada no pescoço, logo acima da clavícula.

Ela desempenha um papel muito importante no nosso bem-estar e saúde, pois é uma das glândulas endócrinas responsáveis ​​pela produção de hormônios essenciais para o o correto funcionamento de nosso corpo.

Os hormônios tireoidianos são responsáveis ​​por controlar o ritmo de muitas atividades realizadas pelo organismo. Essas atividades incluem a velocidade de queima de calorias e quão rápido o coração bate.

Todas essas atividades compõem o metabolismo do nosso corpo. Os problemas na tireoide afetam especialmente as mulheres.

A glândula tireoide absorve o iodo dos alimentos e o converte em hormônios. É por isso que em regiões onde a oferta de iodo (no ar e nos alimentos) é escassa, e não há suplementação, geralmente há mais pessoas com problemas na tireoide.

As principais disfunções na tireoide são o hipotireoidismo e o hipertireoidismo.

O hipotireoidismo pode ser definido como o funcionamento mais lento da tireoide, resultando em baixa ou nenhuma produção de hormônios.

Seus principais sintomas são cansaço, depressão, aumento de peso, calvície, pele seca e pálida, prisão de ventre e aumento da sensibilidade ao frio. O hipertireoidismo é um aumento da atividade da glândula tireoide.

Nervosismo, insônia e perda de peso são os sintomas mais comuns. O problema é mais frequente nas mulheres do que nos homens, podendo atingir a fertilidade feminina ou prejudicar a gravidez.

Além dos sintomas citados, existe um sintoma físico bem aparente: normalmente quem sofre de hipertireoidismo fica com os olhos maiores e mais saltados do que o comum.

Como dissemos, a maioria das pessoas nem desconfia de que tem problemas na tireoide. Daí a importância do teste caseiro que vamos ensinar agora.

Ele não substitui o trabalho de um médico, mas dá uma ideia de que pode estar ocorrendo algo anormal. Este teste caseiro é recomendado pelo Dr. Jacob Teitelbaum, médico americano coautor do livro Real Cause, Real Cure.

Todo o procedimento é muito simples e você só vai precisar de um termômetro. Isso mesmo, apenas um termômetro.

A glândula tireoide reflete a taxa metabólica do corpo e calor é gerado durante o metabolismo. Por isso a temperatura do corpo pode dar pistas a respeito da função dessa glândula. O melhor termômetro para este autoexame é o basal de mercúrio.

Normalmente ele é vendido em farmácias ou lojas de artigos médicos. Se não encontrar esse tipo de termômetro, pode fazer com o digital.

Mas o problema do digital é que ele pode facilmente se tornar impreciso devido a quedas, bateria fraca e exposição à água ou à umidade. Quando ficar impreciso, logicamente a leitura dele será errada.

Se não for digital, agite bem o termômetro e certifique-se de que ele não mostra uma temperatura acima dos 35 graus Celsius (ou 95 graus Fahrenheit). Vá dormir e deixe o termômetro ao lado de sua cama.

Quando acordar, a primeira coisa que você vai fazer será colocá-lo em uma de suas axilas. Deixe-o nessa posição por 10 minutos.

Faça isso antes de sair da cama, sem comer ou beber nada, ou se envolver em qualquer atividade (nem sequer falar).

É importante obedecer a essas instruções, pois você vai medir a temperatura mais baixa do seu corpo durante o dia, que se correlaciona com a função da glândula tireoide.

Passados os dez minutos, retire o termômetro da axila e anote a temperatura. No caso do digital, você não vai precisar esperar dez minutos – quando soar o apito, já poderá anotar a temperatura.

Se a temperatura do seu corpo estiver entre 36,5 graus Celsius (97,7 Fahrenheit) e 36,8 graus Celsius (98,2 Fahrenheit), a tireoide está funcionando normalmente.

Se a temperatura do seu corpo estiver abaixo de 36,5 graus Celsius (97,7 Fahrenheit), a glândula está funcionando de forma lenta.

Se a temperatura do seu corpo estiver acima de 36,8 graus Celsius (98,2 Fahrenheit), e se você não estiver com nenhuma infecção, a sua tireoide está acelerada. Para ter certeza do resultado, você deve repetir o teste por quatro dias seguidos.

Se, nos quatro dias, a temperatura do seu corpo estiver abaixo de 36,5 graus ou acima de 36,8 graus Celsius (97,7 Fahrenheit), marque uma consulta com seu médico.

Para as mulheres que ainda menstruam, o teste deve ser feito no segundo, terceiro e quarto dias do ciclo menstrual.

A razão é porque um considerável aumento de temperatura pode ocorrer no período de ovulação e originar resultados falsos.

Mulheres na pós-menopausa e homens podem realizar os testes em qualquer dia do mês. O teste não deve ser usado como um substituto de uma avaliação médica adequada.  

Ele ajuda muito, mas é apenas uma forma de despertar as pessoas para possíveis problemas na tireoide.

Suco para a tireoide que qualquer pessoa com inflamação ou desequilíbrio hormonal deve beber.

INGREDIENTES

  • 1 litro de água filtrada
  • 500 de água de coco
  • 1 pedaço de 4-5 cm de gengibre fresco
  • 1 colher (chá) de canela em pó
  • 1 colher (sopa) de óleo de coco
  • 1 quarto de copo de suco de cranberry (opcional)
  • 1 pitada de noz-moscada
  • Meio copo de suco de laranja natural (feito na hora)
  • O suco de 2 limões pequenos (feito na hora)

SIGA O NOSSO INSTAGRAM ➜ https://www.instagram.com/_receitasnaturais/

MODO DE PREPARO

  • Aqueça a água e, quando começar a ferver, acrescente as especiarias (canela, gengibre e noz-moscada).
  • Coloque no fogo baixo e deixe ferver por alguns minutos.
  • Desligue o fogo e espere esfriar.
  • Acrescente o suco de limão, o de laranja, a água, o óleo de coco, o suco de cranberry (opcional) e misture bem.
  • Vá consumindo esta mistura durante o dia (pode conservar na geladeira).
  • Tome em ciclos de 15 por 7, ou seja, 15 dias de consumo e 7 de descanso.

Contraindicação: para quem tem pressão alta.

Chás para Hipertireoidismo

Um bom remédio caseiro para hipertireoidismo é tomar o chá de erva-cidreira, de agripalma ou chá-verde diariamente porque estas plantas medicinais possuem propriedades que ajudam a controlar a função da tireoide.

No entanto, eles não excluem o tratamento indicado pelo médico. O hipertireoidismo muitas vezes é provocado pelos medicamentos utilizados no tratamento contra o hipotireoidismo e, por isso, quem sofre com esta doença deve ter um bom acompanhamento médico e realizar exames de sangue que avaliam os valores de TSH, T3 e T4 na corrente sanguínea, pelo menos 2 vezes ao ano.

Os melhores chás para controlar o hipertireoidismo são:

Chá de erva-cidreira

O chá de erva-cidreira é uma ótima opção para aliviar os sintomas do hipertireoidismo, pois possui propriedades calmantes, ajudando a promover o sono e combater o nervosismo.

Como fazer

Para fazer o chá basta adicionar a erva-cidreira à água fervente, tapar e deixar repousar por 5 minutos. Em seguida, coar e tomar pelo menos 3 vezes ao dia.

Chá de agripalm

A agripalma é uma planta medicinal que também pode ser utilizada para tratar alterações da tireoide e combater os sintomas de ansiedade.

Como fazer

O chá de agripalma deve ser feito juntando 2 g de folhas amassadas de agripalma em 1 xícara de água fervente, deixar repousar por 3 minutos. Em seguida, coar e tomar 1 ou 2 vezes ao dia.

Chá verde

O chá verde possui propriedades antioxidantes e é capaz de purificar o organismo, podendo ser utilizado para combater os sintomas do hipertireoidismo. No entanto, o chá verde deve ser consumido preferencialmente sem cafeína, pois pode ter reações com outros medicamentos.

Assim, outra forma de consumo do chá verde é através de cápsulas de chá verde e, neste caso, recomenda-se a ingestão diária de 300 a 500 mg de chá verde por dia.

Como fazer

O chá é feito com 1 colher (de chá) do chá verde sem cafeína em 1 xícara de água fervente. Depois, deve-se deixar repousar por 3 minutos e tomar 2 vezes ao dia

Chá de ulmária

A ulmária é uma planta medicinal que ajuda a controlar a quantidade de hormônios secretados pela tireoide, podendo ser usada para tratar o hipertiroidismo.

Como fazer

Para fazer o chá, deve-se colocar 1 colher de sopa de folhas secas de ulmária em 1 xícara de água fervente, repousar por 5 minutos e tomar morno 1 ou 2 vezes ao dia

ENTRE NO NOSSO GRUPO NO TELEGRAM AQUI

Cuidados ao consumir os chás

Os chás devem ser consumidos de acordo com a orientação do médico para que não haja efeitos colaterais ou reações com outros medicamentos. Assim, o chá de agripalma não deve ser associado com sedativos e o chá verde deve ser isento de cafeína, caso contrário pode agravar o hipertireoidismo.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

PELE de Bebê para Remover MANCHAS e RUGAS da PELE

Depilação definitiva caseira: elimine os pelos sem usar lâmina ou cera

Conhece o canal do RECEITAS NATURAIS no Youtube? Lá temos vídeos de alguns artigos publicados no site, todos originais feitos exclusivamente para você.

E aí, você gostou de conhecer Teste sua tireoide em casa? Temos certeza que sim, por isso, corra agora mesmo e compartilhe este artigo com seus amigos e familiares. Até o próximo artigo.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.