fbpx Scroll Top

Variedades

Idosos abandonados pelos filhos: uma triste realidade

Ela se dedicou a vida inteira a criar os filhos, cuidar da casa, seus estudos, suas amizades… Hoje espera, ao lado do telefone, por um simples ‘oi’. Pais idosos são deixados de lado, sem a presença física ou um afeto. É o abandono de idosos, infelizmente mais comum do que deveria ser.

Uma velhice solitária
Falta roupa, comida, um bom banho. Falta cuidado e sobram lembranças. Idosos são abandonados por seus filhos, muitas vezes sem ter condições de se cuidarem sozinhos. Mas esse não é o único tipo, pois há outras formas de se abandonar alguém. Não ligar, visitar, não conversar ou ter paciência para que eles o façam no seu tempo são formas cruéis também.

O caminhar é mais lento, a fala por vezes falha, assim como as lembranças. As histórias podem se repetir e demorar cada vez mais para serem contadas. E isso é normal. Certamente, quando você era criança, seus pais tiveram paciência, seguraram na sua mão na rua e reduziram os passos, pois suas pernas ainda eram pequenas.

Idosos abandonados pelos filhos
Crédito: Freepik

Eles ajudam a família como podem e tentam “não atrapalhar”. Então, é a aposentadoria que vira presentes, viagens e apoio, tendo em troca o distanciamento. Preferem até ficar em uma casa de repouso, esquecidos por todos, do que “dar trabalho”. E, assim, os filhos vão se afastando e se isentando da responsabilidade de, no mínimo, retribuir.

Visitar, conversar, dar carinho, falar de coisas leves e dar risadas juntos são coisas que podem fazer toda a diferença na vida do idoso. Não precisa ser nada complexo, não precisa comprar coisas caras e esquecer que existem. Pelo contrário! Sua presença é o que seu idoso ou idosa mais querem nesse mundo. Aproveite agora e dê uma ligadinha para essa pessoa querida.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.