Home / Saúde / Mancha branca na pele: o que pode ser? Médica ensina a tirar

Mancha branca na pele: o que pode ser? Médica ensina a tirar

Mancha branca na pele: o que pode ser? Médica ensina a tirar

Elas costumam surgir do nada e sem causa aparente, mas incomodam muitas mulheres. As manchas brancas na pele podem se instalar em diversas partes do corpo e têm duas causas frequentes: fungos e excesso de sol.

Leia também:

mancha branca na pele

Manchas na pele

Pano branco

De acordo com a dermatologista Daniela Schmidt Pimentel, pequenas manchas brancas que surgem na região das costas e ombro, geralmente, sinalizam a presença de um fungo. “Essa micose tem o nome popular de pano branco e tem predisposição a se instalar em áreas mais oleosas. Esse fungo mora com a gente, mas por algum motivo, como baixa imunidade, se torna patológico”, afirma.

O fungo produz substâncias que impedem a pele de produzir melanina quando exposta ao sol, por isso, muitas pessoas só percebem que estão com o problema quando vão à praia e se bronzeiam. “Não significa que a pessoa pegou a micose na praia. Ela já tinha antes, mas só percebeu porque o sol não queima a pele onde está a lesão”, explica.

A micose conhecida como pano branco costuma aparecer nas costas e ombros e fica mais evidente quando a pele está bronzeada

Como tratar

O tratamento da micose é feito com o uso de antifúngicos em forma de sabonete, shampoo, loção ou medicação oral. “Dependendo do tamanho, a medicação oral é mais eficiente, mas em geral, o tratamento deve ser feito com esses produtos, que além de combater o fungo, secam a pele. Dura de 30 a 45 dias”, diz a médica.

Apesar de não haver uma forma de prevenir o pano branco, a dermatologista alerta que o uso compartilhado de toalhas de banho, lençóis ou roupas pode favorecer a transmissão da micose.

Manchas de sol

Manchas de sol aparecem com o tempo e a melhor forma de preveni-las é com o uso do protetor solar

Já as manchas pontuais que surgem nos braços e nas pernas são chamadas de leucodermias. “São lesões relacionadas à exposição solar intensa ao longo da vida, por isso, costumam aparecer em pessoas mais velhas”, afirma a médica. Essasmanchas de sol são mais frequentes em áreas onde a exposição é maior, como mãos, braços, pernas e colo.

“O problema é que elas são difíceis de tratar. Nos consultórios, receitamos o uso de ácidos, mas geralmente a resposta é ruim. Nesses casos, a prevenção o melhor tratamento”, indica. Para prevenir esse tipo de mancha, é preciso utilizar protetor solar diariamente e evitar a exposição solar intensa, principalmente após o surgimento das lesões.

Outras

Embora menos frequentes, as manchas brancas podem indicar problemas mais específicos, como o vitiligo. “Elas também podem ser um sintoma de outras doenças autoimunes, como anemia ou diabetes”, afirma. Ainda há um tipo de mancha chamada de pinta branca, que é apenas um sinal de nascença.