Home / Saúde / Insônia? Receitas de Chás Naturais

Insônia? Receitas de Chás Naturais

Seja qual for o motivo para perder o sono, existem muitas ervas medicinais que podem ajudar a relaxar antes de ir para a cama, conseguindo um bom efeito calmante e capazes de proporcionar uma noite de sono revigorante!

  Veja quais as ervas calmantes mais usadas e aprenda a prepará-las em forma de chás
  • CAMOMILA: é uma das mais conhecidas receitas para acalmar. Deve ser consumida em infusão.
  • MELISSA ou CAPIM CIDREIRA: também é excelente relaxante e calmante, preparo em infusão.
  • CAPIM LIMÃO: conhecido como um ótimo relaxante natural, pode ser feito em infusão ou deccoção (ferve-se a água com as folhas).
  • ERVA-DE-SÃO-JOÃO: é um antidepressivo e calmante natural, também deve ser preparado em infusão.
  • ENDRO: fazer um chá com suas sementes e beber até quatro vezes ao dia;
  • FLORES DE TANGERINA: fazer a decocção das flores da árvore de tangerina (2 colheres de sopa das flores) em uma xícara de água e beber antes de deitar.
  • Prepare um chá de: uma folha de alface e algumas cascas de maçã em uma xícara de água fervente e deixe amornar, adoçando se preferir.

Veja alguns possíveis fatores causadores de insônia

  • ansiedade;
  • depressão;
  • efeito colateral de medicamentos, como para hipertensão, alergia,etc.
  • estresse;
  • uso de cafeína, álcool e nicotina;
  • problemas de saúde como: problemas respiratórios, refluxo, hipertireoidismo; dores crônicas, entre outras que podem afetar o sono;
  • sono desregulado por maus hábitos: dormir demais fora de hora, praticar alguma atividade estimulante antes de ir para a cama, usar a cama para fazer outras atividades que não sejam as esperadas;
  • afligir-se pensando na insônia, no fato de não dormir e tentar forçar o sono, esse esforço mental pode afastar ainda mais a chegada do relaxamento para o sono;
  • ao envelhecerem, as pessoas sofrem alterações no sono.

LEIA TAMBÉM

Recomendações

Algumas mudanças simples no estilo de vida podem ajudar a combater a insônia, mesmo quando ela for crônica:

* Limite o consumo de cafeína presente no café, chás, colas, chocolates, etc. Até a cafeína usada como ingrediente de alguns alimentos pode prejudicar o sono das pessoas mais sensíveis;

* Converse com seu médico sobre os remédios que esteja usando. Certos medicamentos descongestionantes podem ser tão estimulantes quanto a cafeína;

* Exercite-se regularmente, mas não perto da hora de dormir. Atividade física regular é essencial para quem sofre de ansiedade e ajuda a dormir melhor. No entanto, a prática de exercícios vigorosos à noite pode atrapalhar o sono;

* Estabeleça uma rotina para seu horário de dormir e de despertar. O relógio biológico responde melhor se habituado a horários regulares. Mesmo nos finais de semana, tente manter o esquema estabelecido para os dias úteis;

* Procure relaxar antes de ir para cama. Ouça música, leia um pouco, converse, assista a um filme. Lembre-se de que, depois de uma noite de sono reparador, as soluções para os problemas podem fluir melhor. Se nada disso resolver, vale a pena buscar ajuda profissional;

* Use técnicas de relaxamento. Progressivamente contraia e relaxe todos os músculos do corpo, começando pelos dedos dos pés e terminando na face. Massageie suavemente o couro cabeludo. Tente visualizar uma cena ou paisagem que lhe traga satisfação;

* Tome um banho morno. Deixe a água escorrer pelo corpo durante algum tempo, pois isso ajuda a relaxar os músculos tensos;

* Tome um copo de leite morno. O leite contém o aminoácido triptofano, que relaxa os músculos e induz o sono;

* Experimente ingerir chás à base de ervas como camomila, erva-doce, erva-cidreira, etc. Eles têm sido usados há séculos por pessoas que garantem sua ação relaxante;

* Certifique-se de que não há claridade no quarto e a temperatura é agradável. Mesmo pouca luz pode atrapalhar o sono de algumas pessoas.

* Use protetores nos ouvidos, se o barulho incomoda e não há como eliminá-lo;

* Escolha o colchão adequado para seu peso e altura. Colchões muito macios ou muito duros são contra-indicados;

* Reserve a cama somente para dormir e para relações íntimas. Evite ler, ver TV, trabalhar e conversar no quarto;

* Relações sexuais são relaxantes. Após o orgasmo, as pessoas tendem a ficar sonolentas;

* Levante-se, se não conseguiu dormir depois de trinta minutos deitado. Ficar na cama acordado pode aumentar a ansiedade, a irritação e, conseqüentemente, a insônia. Procure distrair-se com alguma atividade tranqüila e depois, mais cansado, volte para a cama e tente dormir. Repita o esquema, se necessário. Usando essa técnica, muitas pessoas conseguem reverter o processo.

Advertência

Insônia crônica requer avaliação profissional. É indispensável descobrir o que está causando essa dificuldade para dormir, pois a ausência do sono reparador pode prejudicar a saúde física e mental dos indivíduos. Por isso, não é à toa que torturadores impedem que o acusado durma quando querem arrancar deles uma confissão.