Home / Saúde / Causas do formigamento nas mãos e pernas

Causas do formigamento nas mãos e pernas

Causas do formigamento nas mãos e pernas

O formigamento nas mãos e nas pernas são uma série de sensações anormais que além de gerar incômodo, também é um motivo de preocupação, já que não sabemos o que pode estar por trás disso. Ainda que o formigamento costuma acontecer em várias partes do corpo, sente-se com mais frequência nas mãos, nos pés, nos braços ou nas pernas. A princípio podemos ignorar, mas quando o sentimos frequentemente e sem um motivo concreto, pode estar nos indicando que alguma coisa não está funcionando bem em nosso organismo, sendo sintoma de uma doença.

O formigamento pode ser o sintoma de uma infecção leve, mas também pode estar indicando que estamos sofrendo de alguma doença que requer mais cuidado, por esse motivo é importante procurar um médico no caso de sentir uma sensação de formigamento frequentemente. A seguir mencionaremos algumas das doenças frequentes que estão associadas com as mãos e as pernas.

Hipoestesia

O formigamento pode ser uns dos sintomas da denominada hipoestesia, uma perda de sensibilidade, acompanhada desta incômoda sensação. No caso de ter estes dois sintomas, é preciso ter muito cuidado porque pode ser uma doença mais que passageira.

Problema circulatório

LEIA TAMBÉM

Quando a pessoa tem problemas circulatórios, é possível que sinta esporadicamente sensações de formigamento. Também pode chegar a ter estas sensações no caso de estar sofrendo de fatiga e/ou exaustão nervosa.Se o problema de formigamento aumenta e se transforma em algo constante, pode indicar algo mais grave e é onde o melhor a fazer é consultar um médico.

Doença de Buerger

Esta doença está associada com o consumo de tabaco; se apresenta a princípio por uma dor causada pela falta de fluxo de sangue, chamada de claudicação, nas mãos ou nos pés. A pessoa sente um formigamento constante e dormência nas mãos, seguido pelos dedos das mãos ou dos pés. Este caso é bem delicado, já que se não for tratado pode fazer com que se desenvolva uma gangrena.

O diabetes é uma das doenças mais comuns hoje em dia, que se produz quando os níveis de açúcar no sangue aumentam. O formigamento é um sintoma típico desta doença, já que pode ter o fluxo sanguíneo insuficiente,que posteriormente pode fazer com que a pessoa sinta essa incômoda sensação de formigamento em suas pernas e seus pés. Este sintoma pode estar indicando úlceras, que devem ser tratadas a tempo para evitar a formação de gangrenas.

Esclerose múltipla

A dormência ou o formigamento nas mãos e nas pernas, é um dos primeiros sintomas que se apresentam naquelas pessoas que sofrem esclerose múltipla. Esta doença pode incluir, além disso, aumento da sensação de ardor e sensibilidade. Este tipo de sensação é produzido pela insuficiência do fluxo sanguíneo nestas zonas afetadas e problemas no sistema nervoso.

Polineuropatia desmielinizante inflamatória aguda

A polineuropatia desmielinizante inflamatória aguda (ou AIDP sigla em inglês), é uma dessas doenças pouco comuns e muito raras, que impede que os nervos envie sinais aos músculos do corpo. O formigamento é um sintoma desta doença, aparecendo geralmente nos pés e nas pernas, ainda que a medida que passe o tempo também se estenda pelos braços e pelas mãos.

Síndrome das pernas inquietas

O formigamento nas extremidades que geralmente muitas pessoas sentem à noite, também pode estar associado ao transtorno chamado síndrome das pernas inquietas. Este é um dos sintomas mais comum, ainda que não seja o único. Quem sofre dessa síndrome, também pode sentir dor, câimbras e coceira, acompanhado de problema de insônia já que estes sintomas costumam piorar à noite. Esta síndrome pode ser causada pela anemia, insuficiência renal ou neuropatias periféricas, embora que não se conheça uma causa exata.

Outras causas do formigamento nas mãos e nas pernas:

  • Estar sentado ou de pé na mesma posição por um longo tempo.
  • Lesão em um nervo.
  • Pressão sobre os nervos espinhais, como resultado de uma hérnia de disco.
  • Ter níveis anormais de cálcio, potássio ou sódio no organismo.
  • Falta de vitaminas, principalmente vitamina B12.
  • Consumo de bebidas alcoólicas e/ou de tabaco, já que o chumbo gera danos aos nervos.
  • Mordidas de animais.
  • Picadas de insetos, carrapatos, ácaros e aranhas.
  • Uso de certos medicamentos.