Home / Emagrecimento / Alguns alimentos parecem saudáveis, mas acabam com sua dieta

Alguns alimentos parecem saudáveis, mas acabam com sua dieta

  • Alguns alimentos parecem saudáveis, mas acabam com sua dieta

Nutricionista explica que alimentos são estes

Ao começar uma dieta, é comum que as pessoa confundam alimentos leves, considerados saudáveis, com os que engordam. Alguns realmente fazem muito bem para a saúde, contém fibras que regulam o intestino e promovem saciedade. Em certas comidas o problema está na quantidade que ingerimos, já que elas não estão liberadas para o consumo sem limites. Isso muitas vezes faz com que a pessoa não emagreça e pode causar até mesmo um aumento de peso. “Para todos os alimentos inseridos em uma dieta inconsciente acontece o mecanismo de compensação: o indivíduo pensa que aquele alimento tem menos calorias e acaba comendo mais e ganhando peso”, explica a nutricionista Carla Faedo, do Espaço Nirvana, no Rio de Janeiro.

Leia também:

Ela cita como exemplo o suco de laranja, o azeite, a soja e os alimentos integrais. “A falta de informação faz com que as pessoas pensem que por estar em dieta podem consumir suco de laranja ou a fruta in natura à vontade sob a alegação de “ser fruta”, mas é uma fruta calórica e este lanche pode ser mais calórico que o lanche consumido fora do regime”, afirma.

Veja outros alimentos que podem acabar sabotando a sua dieta:

Comida japonesa

Não precisa ser banida da dieta, mas é preciso saber o que escolher e quanto consumir. Prefira sashimi, em quantidade que cubra uma palma de mão. Evite arroz, que contém açúcar na produção, gengibre em conserva, e frituras como harumaki e tempura. Evite também o uso de shoyu, mesmo o light, que continua contendo muito sódio além de glutamato monossódico, que contém agentes cancerígenos e é de difícil metabolização.

Granola

Diferente do que as pessoas pensam, granola é calórica sim. Seu consumo deve ser dosado. Uma porção de 4 colheres de sopa equivalem a um pão francês. O lado positivo é que contém muitas fibras, diminuindo a fome e regulando o transito intestinal, além de fontes diferentes de vitaminas e minerais.dieta-granola

Refrigerantes

Mesmo os diet e light devem ser evitados. Deixe apenas para o final de semana e durante a semana troque por suco de frutas. Os refrigerantes, além de conterem calorias vazias – puro açúcar – são bebidas carbonatadas: dificultam a digestão, causam flatulência, retenção hídrica e favorecem a deposição de gordura.

Barras de cereais

Seu consumo é desaconselhado pelo fato de conterem muitos conservantes, espessantes, estabilizantes e corantes. Os fatores positivos presentes nestas barras, que seriam as fibras, vitaminas e minerais, podem ser encontradas em frutas e verduras. Existem também barras orgânicas, com frutas secas e de baixa caloria. Estas são as melhores opções. A dica é ler sempre os rótulos, prestar atenção nos ingredientes e na quantidade de sódio e gordura.dieta-barra-cereal

Azeite

Tem uma gordura boa. As pessoas precisam saber do conjunto, que é onde fica a parte funcional da alimentação consciente. Coloca-se azeite em todas as refeições e em grande quantidade, o que faz com que o ponto positivo do azeite fique atrás do fato de ser supercalórico.

dieta-azeite-1

Proteína de soja

É outro tipo de alimento que causa confusão. As pessoas que entram em dieta passam a comer soja pensando ser pouco calórica e muito saudável. Na verdade, tem sim calorias e da pior espécie. A proteína de soja não acrescenta muitas vitaminas e minerais como as demais fontes protéicas, além de ter elementos limitantes, que vão prejudicar a absorção dos aminoácidos. Vale a pena consumir carnes brancas no lugar da soja, pois contém quantidade semelhante de calorias e um aporte muito maior de aminoácidos, vitaminas e mineirais

dieta-soja

Alimentos integrais

Têm tanto ou mais calorias que sua versão tradicional. As pessoas acreditam que eles ajudam no emagrecimento por terem baixas calorias, mas na verdade ajudam no emagrecimento por conta do maior teor de fibras, o que mantém o indivíduo mais tempo saciado, fazendo assim com que se coma menos.dieta-alimentos-integrais