Scroll Top

Saúde

5 Sintomas menos conhecidos da diabetes para prestar atenção

A diabetes é uma doença crônica, ou seja, que ainda não tem uma cura determinada pela comunidade médica. Embora tenha tratamento, é preciso manter cuidados por toda a vida para evitar as complicações sérias que essa doença manifesta quando não tratada. A diabetes é capaz de desequilibrar todo o organismo, trazendo efeitos colaterais que interferem na qualidade de vida e nas capacidades físicas do paciente. Portanto, é muito importante saber quais são os sintomas menos conhecidos da diabetes, e também os mais conhecidos, para se prevenir ou poder começar o tratamento o mais rápido possível.

INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE ➜ https://goo.gl/zajniC

Sintomas menos comuns da diabetes

De acordo com a Sociedade Brasileira de Diabetes, só no Brasil há mais de 13 milhões de pessoas diabéticas registradas. Esse número nem sempre é controlável, visto que a diabetes tipo 1 já nasce com a pessoa, mas existem os tipos que podem ser prevenidos se todos conhecerem os sintomas e como evitar que a doença se manifeste. Veja, agora, quais são os sintomas menos conhecidos da diabetes.

Roncos

Por causa de dificuldades provocadas por distúrbios respiratórios no sono, a presença de açúcar no sangue é maior. Isso chama-se apneia do sono e os responsáveis são os hormônios de estresse. Os roncos da apneia são caracterizados por intervalos no ato respiratório por causa do relaxamento dos músculos nas vias respiratórias. Esse relaxamento prejudica a entrada de ar nos pulmões, fazendo com que a pessoa fique alguns segundos sem respirar e sua cadeia metabólica da glicose pare também.

Dificuldades de audição

Caso necessite aumentar o som da TV para escutar melhor, ou solicita ao seu interlocutor para falar de novo o que disse, recorra a ajuda médica. Problemas auditivos podem sugerir diabetes. Quem tem mais açúcar no sangue corre maior risco de ter danos auditivos do que as outras pessoas. O motivo é o dano que a glicose elevada provoca nos vasos sanguíneos e nos nervos da orelha interna.

Couro cabeludo seco ou caspa

Sempre que o sangue está com excesso de açúcar, o organismo procura uma forma de se livrar dele pela urina. Contudo, caso a eliminação de líquido seja excessiva, determinadas partes do corpo desidratam, como a pele da cabeça, o que gera incômodas escamas no couro cabeludo.

Mudanças na visão

A diabetes altera os fluidos corporais, o que atinge igualmente a visão. Alguns diabéticos, antes do diagnóstico, podem enxergar de maneira correta e, por isso, deixam de usar as lentes. Contudo, é uma melhoria temporária. Ainda assim, não se aflija, porque não se trata de retinopatia diabética. Essa doença origina obstrução dos vasos sanguíneos da parte de trás dos olhos.

Em fases mais iniciais da doença, o olho não é capaz de manter o foco, visto que os valores de glicose são elevados. Essa situação pode acarretar alterações na forma dos olhos, contudo não significa que vai deixar de ver por causa da diabetes. Passado algum tempo, o açúcar regulariza e deixará de ter dificuldades se a doença estiver controlada.

Irritações cutâneas

Esse sintoma deriva do mesmo caso da caspa. Nos picos de glicose no sangue, a pele torna-se seca e pode causar vontade de coçar, seja nos pés, nas mãos, nas pernas ou nos braços. Caso note algum tipo de coceira ou irritação na pele, verifique se pode ser alguma alergia, muito calor ou muito frio. Não sendo, você deve fazer um exame de sangue para ver os níveis de glicose.

Sintomas mais comuns

Mesmo sabendo quais são os sintomas menos conhecidos da diabetes, muita gente também desconhece os sintomas mais comuns, então é bom saber para ser capaz de analisar os sinais que o seu corpo envia e que podem parecer sintomas sem explicação.

  • Boca seca mesmo bebendo muita água
  • Muita sede
  • Muita fome
  • Emagrecimento sem fazer dieta
  • Urina em excesso
  • Dores nas pernas
  • Cansaço constante sem motivo aparente
  • Machucados que não cicatrizam
  • Visão embaçada

Lembre-se: mesmo sem estar com os sintomas, e mesmo se você não costuma comer muitos doces ou carboidratos de forma exagerada, faça o exame de diabetes em um posto de saúde, de graça, uma vez por ano. A descoberta precoce é essencial para conviver com a doença de forma mais tranquila, mantendo sua qualidade de vida.

Como prevenir diabetes?

 As pessoas que nascem com diabetes tipo 1 não têm como prevenir a doença, pois elas praticamente não possuem as células produtoras de insulina no organismo, já que o seu sistema imunológico ataca essas células, destruindo-as. Logo, elas precisam de injeções de insulina para serem capazes de absorver a glicose ingerida dos alimentos. Mas quem não nasce com essa disfunção imunológica, pode prevenir:
  • Cuidar do peso para evitar a obesidade;
  • Alimentar-se de forma saudável, evitando guloseimas e industrializados refinados e com excesso de gorduras;
  • Manter a pressão e o colesterol sob controle;
  • Praticar atividade física regularmente;
  • Não exagerar no consumo de álcool;
  • Não fumar.

INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE ➜ https://goo.gl/zajniC

 

 

zk56-99

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.