Scroll Top

Saúde Variedades

Ferva um pouco desta raiz e beba – isto desinflama estômago e cura fígado gordo

O alcaçuz é uma planta muito preciosa. A parte mais proveitosa é a raiz. Para quem não sabe, ela traz muito benefícios à saúde. Resolvemos compartilhar alguns deles, a fim de que você também possa tirar proveito das maravilhas que esse alimento traz.

1. Combate a tosse

Alcaçuz é bom para a dor de garganta, pois contém glicirrizina que atua na mucosa da traqueia produzindo efeito sedativo.

Além disso, essa mesma substância tem ação anti-inflamatória, o que é bom em casos de inflamação na região.

Se você anda tossindo muito, saiba que a raiz tem ação expectorante – pode investir nela!

2. Melhora a saúde do fígado

Estudos apontam que as propriedades anti-inflamatórias da raiz de alcaçuz, como os saponósitos, ajudam o fígado a eliminar toxinas.

Por isso, o consumo do alimento é orientado para pessoas que estão com hepatite e gordura no fígado.

3. Garante a saúde do estômago

O alcaçuz protege o estômago, por isso é uma boa alternativa para quem sofre com úlceras.VOCÊ PODE GOSTAR

O alimento, ao ser ingerido, reveste o estômago com um tipo de gel protetor, evitando lesões.

Além disso, a raiz de alcaçuz diminui a acidez estomacal, evitando azia, gases e cólicas.

4. Melhora a saúde do pulmão

A raiz possui ação expectorante, graças aos saponósitos triterpenoides.

Então, ela ajuda a soltar o muco e ainda relaxa os espasmos bronquiais.

5. Combate problemas intestinais

Este benefício ocorre porque a raiz de alcaçuz possui o efeito colagogo, que é o aumento da secreção da bile na vesícula, o que contribui para uma melhora no trânsito intestinal.

6. Normaliza o colesterol

O alimento possui saponósitos, que têm ação anti-inflamatória e ajudam a reduzir o colesterol do sangue.

Além do mais, a raiz possui fitoesterois que, segundo vários estudos, são importantes para quem quer controlar as taxas de colesterol no organismo.

7. Combate radicais livres

A raiz de alcaçuz age combatendo os radicais livres, graças às propriedades antioxidantes.

Desta maneira, previne uma série de doenças, como câncer.

As substâncias que se destacam pela ação antioxidante são os flavonoides.

Como usar

A melhor maneira de absorver as propriedades é preparando o chá.

Ferva um litro de água, desligue o fogo e acrescente duas colheres (sopa) de raízes de alcaçuz.

Depois, tampe a panela por dez minutos, espere amornar, coe e beba.

O alimento também pode ser ingerido como extrato seco encapsulado ou em pó, que pode ser adicionado a sucos.

Os suplementos de alcaçuz possuem os mesmo benefícios da planta, porém eles só podem ser consumidos após a orientação de um médico.

Existem outras formas de consumir a planta:

– Raiz de alcaçuz com mel

Esta combinação potencializa os efeitos do alcaçuz no sistema respiratório.

Ela pode ser utilizada em casos de dor de garganta, isso porque a raiz de alcaçuz tem um efeito sedativo na região, enquanto o mel possui ação antimicrobiana, capaz de impedir o crescimento ou destruir micro-organismos.

O mel também pode ser adicionado no chá de raiz de alcaçuz.

– Raiz de alcaçuz + gengibre

Estes dois alimentos juntos são ótimos para a digestão.

Enquanto a raiz de alcaçuz protege o estômago e melhora o trânsito intestinal, o gengibre melhora o desempenho de todo o sistema digestivo.

Mas, calma!, pois há algumas contraindicações. A raiz de alcaçuz não é indicada para pessoas com problemas cardiovasculares ou renais.

Gestantes e hipertensos também não devem consumir a raiz.

Isso porque o consumo de altas doses da planta pode provocar o aumento da pressão sanguínea, já que causa uma perda de potássio devido à sua ação diurética.

Outro detalhe: o consumo de altas quantidades de alcaçuz pode fazer com que a pessoa retenha sódio e elimine o potássio.

Isto leva à retenção de líquido, aumento da pressão sanguínea e dores de cabeça. Você pode comprar alcaçuz em lojas de produtos naturais e em alguns supermercados.

SIGA O NOSSO INSTAGRAM ➜ https://www.instagram.com/_receitasnaturais

Dicas Extras

Tome 1 copo disto e você deixará seu fígado como novo em muito pouco tempo

INGREDIENTES

  • Um punhado de hortelã
  • 1 litro de água
  • Meio copo de suco de limão
  • Meio copo de suco de laranja

MODO DE PREPARO

  • Adicione a água e o hortelã numa panela e leve para ferver por 5 minutos.
  • Depois, desligue o fogo e deixe descansar.
  • Feito isso, encha um copo com os sucos e mexa bem.
  • Em seguida, misture o suco com a infusão de hortelã.
  • Coe para que fique apenas o líquido
  • Beba a mistura três vezes por dia durante uma semana.
  • Não beba a preparação de um dia para o outro.
  • Todo o conteúdo deve ser consumido no mesmo dia em que é feito.
  • Em poucos dias você se sentirá muito melhor.
  • Depois de uma pausa de duas semanas, você pode voltar com o tratamento.
  • Depurar seu fígado com frequência é uma necessidade para a saúde e bem-estar do nosso corpo.

Chá de boldo para tratar fígado gorduroso

O boldo é um excelente remédio caseiro para tratar fígado gorduroso ou fígado inchado, pois possui propriedades que melhoram a secreção da bile, que é produzida pelo fígado, aliviando sintomas como enjoo, dor e desconforto abdominal.

Ingredientes

  • 2 folhas de boldo;
  • 1 copo de água;

Modo de preparo

Coloque os ingredientes numa panela e deixe ferver por 5 minutos. Apague o fogo, deixe amornar, coe e beba a seguir, sem adoçar, de 3 a 4 vezes ao dia. Para uma maior concentração de propriedades terapêuticas, recomenda-se tomar o chá logo após o seu preparo.

Dependendo dos sintomas de problemas no fígado, recomenda-se seguir este tratamento caseiro por 2 dias. Mas, se os sintomas persistirem ou se agravarem, o ideal é ir ao hospital rapidamente, pois pode ser algo mais grave.

ENTRE NO NOSSO GRUPO NO TELEGRAM AQUI

3 remédios caseiros para infecção intestinal

 Estas opções não devem substituir o tratamento médico, caso esteja sendo orientado.

1. Água de gengibre

O gengibre é uma raiz com excelentes propriedades medicinais, que pode ser usado no tratamento da infecção intestinal por ter ação antiviral e antibacteriana que ajuda o corpo a combater a infecção. Além disso, também permite regular o trânsito intestinal e alivia a inflamação da mucosa do intestino, reduzindo a dor e o inchaço abdominal.

Ingredientes

  • 1 raiz de gengibre;
  • Mel;
  • 1 copo de água mineral ou filtrada.

Modo de preparo

Colocar 2 cm da raiz de gengibre descascada e amassada em um liquidificador, junto com algumas gotas de mel e a água. Depois, bater até obter uma mistura homogênea e coar. Por fim, beber pelo menos 3 vezes por dia.

2. Chá de hortelã-pimenta

O chá de hortelã-pimenta alivia a inflamação e acalma a irritação da parede do intestino e, por isso, é uma ótima opção para completar o tratamento da infecção intestinal. Este chá também absorve o excesso de gases intestinais e tem propriedades antiespasmódicas que aliviam bastante o desconforto abdominal.

A hortelã-pimenta também acalma o estômago e, por isso, pode ajudar bastante em casos de infecção intestinal acompanhada de sintomas gástricos como enjoos ou vômitos.

Ingredientes

  • 6 folhas de hortelã-pimenta frescas;
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo

Colocar as folhas na xícara com a água fervente e deixar repousar, tampado, por 5 a 10 minutos. Depois coar e beber várias vezes ao longo do dia.

3. Água com suco de limão

O suco de limão é um ótimo remédio natural para limpar as impurezas do intestino, eliminando também os micro-organismos responsáveis por infecções. Além disso, também permite regular mais facilmente o transito intestinal, aliviando vários sintomas como dor abdominal, cólicas, perda de apetite e a diarreia.

Ingredientes

  • Meio limão;
  • 1 copo de água morna.

Modo de preparo

Espremer o suco do meio limão no copo de água morna e beber 1 vez, de manhã em jejum.

Como garantir uma recuperação mais rápida

Durante um quadro de infecção intestinal é recomendado alguns cuidados como:

  • Beber muitos líquidos, por exemplo água, água de coco e sucos de frutas naturais;
  • Manter repouso em casa, evitando ir trabalhar;
  • Comer alimentos leves, como frutas, legumes cozidos e carnes magras;
  • Não comer alimentos indigestos e gordurosos;
  • Não consumir bebidas alcoólicas ou com gás;
  • Não tomar medicamentos para parar a diarreia.

Caso a infecção intestinal não desapareça em 2 dias, deve-se levar o indivíduo ao hospital para uma consulta médica. Dependendo do micro-organismo causador da doença, pode ser necessário internamento e a ingestão de antibióticos por via endovenosa.

Conhece o canal do RECEITAS NATURAIS no Youtube? Lá temos vídeos de alguns artigos publicados no site, todos originais feitos exclusivamente para você.

E aí, você gostou de conhecer isto desinflama estômago e cura fígado gordo? Temos certeza que sim, por isso, corra agora mesmo e compartilhe este artigo com seus amigos e familiares. Até o próximo artigo.

Isso também pode interessar você: Hidratação Profunda Caseira com amido de milho

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.