Home / Saúde / Sucos naturais para desintoxicar os rins

Sucos naturais para desintoxicar os rins

Sucos naturais para desintoxicar os rins

Para desfrutarmos de uma boa saúde, temos que prestar atenção em todos os nossos órgãos e, algumas vezes, ingerir alimentos ou suplementos que nos ajudem a limpá-los, especialmente depois dos excessos das festas de réveillon.

Neste artigo, vamos explicar porque é tão importante purificar os rins e qual é a maneira adequada para fazê-lo tomando sucos naturais de frutas e hortaliças, que, além de serem muito benéficos, surpreendem pelo seu delicioso sabor.

LEIA TAMBÉM

Por que devemos desintoxicar os rins?

Os rins são órgãos que se encarregam de limpar o sangue de substâncias potencialmente nocivas por meio da urina e de regular os líquidos do corpo, entre outras funções. São órgãos vitais, ou seja, imprescindíveis para a vida, e por isso devemos cuidá-los e mantê-los equilibrados com uma alimentação saudável e, especificamente, com purificações à base de alimentos e suplementos que nos ajudem com uma limpeza mais profunda.

Os sucos naturais

Os sucos naturais são uma forma saudável e simples de obter uma grande quantidade de nutrientes em pouca quantidade.

É recomendável começar o dia com um destes sucos para notar em uma semana a diferença. Você se sentirá mais ágil porque vai eliminar o excesso de líquidos, terá mais energia e vitalidade e o método ainda ajudará a aliviar ou prevenir todo tipo de doenças renais.

Você pode escolher um deles ou ir alternando e combinando as receitas.

Suco de maçã e aipo

O aipo é um dos vegetais mais diuréticos que há, e graças ao seu delicado sabor, e apesar de estarmos indicando-o nesta receita, o certo é que podemos incluí-lo em qualquer suco. Neste caso, o misturamos com a maça, não só porque assim ficará mais doce, mas sim porque é uma das frutas mais completas que podemos combinar com qualquer alimento e, além disso, nos ajuda a aliviar as doenças renais.

Ingredientes:

  • Um caule de aipo verde e fresco, incluindo as folhas
  • 3 maçãs (se forem orgânicas pode usar com a casca)
  • Opcionalmente podemos adicionar umas folhas de menta fresca.
  • Suco de alface e erva-doce

    Esta surpreendente combinação esconde um sabor delicioso e muitas propriedades, além de nos oferecer uma forma diferente de comer alface, especialmente para quem não a digere bem.

    A alface possui grandes propriedades diuréticas, mas também nos ajuda a regular o sistema nervoso, por isso é um suco ideal para tomar à tarde ou à noite.

    A erva-doce, com seu sabor tão especial, propiciará um toque doce e nos ajudará a eliminar mais líquidos.

    Ingredientes:

  • 5 folhas de alface verde ou escura bem lavada
  • Um pedaço de raiz de erva-doce fresca
  • Uma colher de mel
  • Suco de tomate, cebola e água de mar

    A cebola é um dos alimentos mais benéficos para nossos rins. Neste caso a combinaremos com o tomate, uma hortaliça muito rica em potássio, e vamos condimentá-la com água de mar. A água de mar funciona como um suplemento natural muito equilibrado.

    Ainda que seja salgada, o certo é que contém todos os minerais que nosso organismo necessita em proporção ideal, e além disso, a água de mar é uma reguladora dos líquidos de nosso corpo, já que ajuda nossos rins a eliminar mais líquidos.

    Ingredientes:

    • 4 tomates bem maduros
    • Meia cebola
    • 1 colher de azeite de oliva extra virgem
    • 4 colheres de sopa de água de mar
    • Outros conselhos

      Os rins são, junto com o fígado, os únicos órgãos que se beneficiam muito com a aplicação direta de calor, já que tendem a se esfriar. Além disso, os rins estão bastante relacionados com nossos níveis de energia, e aplicar calor vai aumentar nosso bem-estar e vitalidade.

      Podemos aquecê-los durante meia hora por dia, usando uma almofada elétrica, uma bolsa de água quente, moxas, fazendo massagem ou cobrindo bem todo o local com lã natural.

      Este conselho é especialmente para as épocas frias.

      Além disso, também devemos tentar evitar tudo aquilo que prejudica os rins:

    • Leite e derivados lácteos
    • Açúcar branco
    • Sal
    • Algumas medicações
    • A proteína deve ser limitada, sobretudo a de origem animal, já que sobrecarrega os rins.