Home / Saúde / Sobreviveu ao câncer – Receita caseira

Sobreviveu ao câncer – Receita caseira

Esta mulher afirma ter controlado o cancro com uma simples receita caseira, e revelou recentemente o seu grande segredo, para quem quiser experimentar. Segundo ela, esta receita previne, e ataca de forma natural o cancro, que é uma doença cada vez mais comum infelizmente.

A receita revelada prepara-se de forma muito fácil e apenas é necessário dois ingredientes.

Esses ingredientes são a raiz de gengibre e mel!

Ela sobreviveu ao câncer e revelou a receita caseira que lhe salvou a vida!

A mulher assegura que esta receita lhe devolveu a vida, ela sofria de um cancro nas glândulas endócrinas e após muitos meses de luta, acabou no hospital. Numa tentativa desesperada por salvar a sua vida, começou a usar esta receita passada de geração em geração e que descobriu após uma visita de um familiar durante a sua estadia no hospital.

Os ingredientes necessários são duas raízes grandes de gengibre que deverá ralar o mais fino possível e misturar com meio quilo de mel orgânico.

Ponha a mistura num frasco e tome 4 colheres por dia. É importante que esta mistura não entre em contacto em nenhum momento com objetos metálicos, nem colheres nem recipientes de metal.

A mulher garante numa entrevista a um jornal que esta receita lhe salvou a vida e que os sinais de melhoras são quase imediatos.

Após uma semana já sentia melhoras e tinha mais ânimo, sendo que após 2 semanas voltou à sua vida normal em casa, mas continuou a usar o tratamento durante vários anos como método de prevenção.

As medicinas naturais não devem substituir a medicação recomendada pelos médicos, mas podem ajudar no tratamento e prevenção de inúmeros problemas de saúde.

No caso pouco comum desta mulher, os médicos indicaram que não havia solução para o seu cancro e prognosticaram que a mulher não teria mais do que 5 ou 6 meses de vida, como máximo.

Mas após começar a fazer o tratamento caseiro, ela começou a sentir melhoras e continuou a fazer o tratamento apesar dos médicos não lhe darem qualquer esperança, e o certo é que ela já ultrapassou em muito o limite de vida que lhe indicaram e as melhoras de saúde foram segundo ela muito significativas.