fbpx Scroll Top

Saúde

Síndrome do túnel do carpo: o que é, sintomas e como tratar

Profissionais que desempenham funções requer o uso das mãos estão propícios a sofrerem da síndrome do túnel do carpo. São eles professores, escritores, costureiras, operadores de fábrica, artesãos e digitadores, por exemplo.

O túnel do carpo é uma espécie de passagem constituída por um arco de ossos e um ligamento, situada antes do punho. É nesse lugar que se escondem os tendões (flexores dos dedos) e nervo mediano.

Esse nervo é a razão da sensibilidade do polegar, indicador, dedo médio e ainda parte do dedo anelar. É também a estrutura mais frágil do túnel, e o motivo pelo qual se sente dor e dormência nas mãos quando este está pressionado.

Sintomas da síndrome do túnel do carpo

A síndrome do túnel do carpo resulta precisamente da compressão do nervo mediano e manifesta-se através de alguns sintomas:

1. Dor nas mãos, braços e ombros

O dia normalmente começa sem dor, mas a medida que o tempo vai passando, ela surge e pode se tornar insuportável. A síndrome do túnel do carpo chega ao ponto de despertar uma pessoa durante a noite, dada sua intensidade. Durante o dia, torna qualquer movimento muito doloroso.

2. Dormência nos dedos (mão)

A síndrome do túnel do carpo gera dormência nos dedos e nas mãos, também ao final do dia. Começa com osa sensação de formigamento dos dedos e a medida que evolui o seu estágio, passa para toda a mão.

3. Dominuição da sensibilidade (tato)

A capacidade de sentir o que está tocando também fica comprometida com a síndrome do túnel do capo  – com exceção do dedo mínimo. Quente e frio podem não fazer diferença, sendo difícil executar até mesmo tarefas simples como amarrar os sapatos.

Causas mais prováveis

As causas podem ter diversas fontes, como uma lesão por esforço repetitivo (LER); menopausa; gravidez; má postura para trabalhar; diabetes e artrite, por exemplo.

Que médico consultar e quando

O médico responsável por tratar problemas como a síndrome do túnel do carpo é o ortopedista. Ele deve ser consultado quando um ou mais sintomas se manifestarem por pelo menos 3 dias, seguidos ou não. É fundamental que se procure ajuda logo no início, para evitar complicações, a ponto de precisar de cirurgia.

Tem cura?

A síndrome do túnel do carpo tem cura, mas é um processo longo e complicado, exigindo disciplina e rigorosidade no tratamento (antes ou depois do cirurgia). Quando diagnosticado logo no início, somente com as dores iniciais, é possível reverter o quadro com mais facilidade e sem necessidade de intervenção cirúrgica ou fisioterapia.

Tratamentos e exercícios para aliviar a síndrome do túnel do carpo

Normalmente é feito com anti-inflamatórios, corticoides e imobilização, podendo também recorrer à cirurgia.Para aliviar a dor e os outros sintomas, faça os seguintes exercícios:

Exercício número 1 – Fortalecimento

Este exercício irá te ajudar a alongar as mãos, principalmente na região do pulso:

  1. Posicione as mãos juntas, frente ao peito e por baixo do queixo;
  2. Eleve e desça os cotovelos, levando as mãos juntas, para perto do estômago;
  3. Fique nessa posição durante meio minuto;
  4. Repita o exercício 4 vezes.

Exercício número 2 – Alongamento

Agora é a hora de esticar e alongar, segurando os dedos:

  1. Com a palma para cima, estique o braço para a frente;
  2. Dobre o pulso com a mão apontado em direção ao solo;
  3. Force o estiramento com o auxílio da outra mão, de forma moderada;
  4. Mantenha aposição por 30 segundos;
  5. Repita o exercício pelo menos 2 vezes.

Esses exercícios da síndrome do túnel do carpo vão estimular a circulação sanguínea na área das mãos e dos braços, dando a você mais conforto. Se tiver a mão inchada pode até sentir uma melhoria. Pratique-os exercícios 3 vezes ao dia, principalmente depois de desempenhar tarefas que exijam mais das suas mãos.

Cuidados complementares

Para quem trabalha com computadores: busque por um mouse maior, que forneça estabilidade, assim como um mousepad adequado e que forneça suporte para o pulso.

Alimentação: é extremamente importante manter uma alimentação equilibrada, para que o corpo possa funcionar na sua perfeição.

Vitamina D: apanhe sol (pela manhã e com protetor solar) e, se necessário (recomendação médica) faça suplementação de vitaminas para potencializar as estruturas e fortalecer o túnel do carpo.

Alimentos anti-inflamatórios: dê preferência a esses alimentos para evitar a síndrome do túnel do carpo e demais inflamações pelo corpo.

Pratique atividades: além de uma alimentação saudável, escolha o exercício físico que mais combina com você e pratique, para manter o equilíbrio do corpo.

Dá direito aposentadoria?

 A síndrome do túnel do carpo pode incapacitar o trabalhador, dependendo da gravidade do caso e, por consequência, dá direito a aposentadoria por invalidez, desde que confirmado pelo perito do INSS.
tunel-do-carpo2
Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.