Scroll Top

Emagrecimento

Hoje você vai conhecer uma receita, que diminui muito sua barriga, seu estômago alto, barriga inchada, prisão de ventre e fezes presas no intestino.

Hoje você vai conhecer uma receita, que diminui muito sua barriga, seu estômago alto, barriga inchada, prisão de ventre e fezes presas no intestino.

Você está sentindo uma sensação de inchaço?

Sente que o estômago está embrulhado?Com toda a certeza, seu problema está no sistema digestivo.

E seu intestino pode ser o maior responsável.

Quantas vezes você vai ao banheiro por dia?

Se são poucas, as fezes devem estar secas e presas no intestino.

 

Resultado:

– Perda do apetite

– Dor no estômago

– Inchaço e enjoo

Os motivos podem ser vários:

1. Sedentarismo

Pessoas que têm um estilo de vida mais ativo, dificilmente sofrem com constipação.

2. Consumo de certas drogas

Remédios como drogas narcóticas (opioides), drogas antidepressivas e bloqueadores de canais de cálcio são péssimos para a digestão.

3. Envelhecimento

Você deve saber que, quanto mais velha for a pessoa, menos o metabolismo do corpo trabalha.

É a lei da natureza.

Infelizmente os músculos presentes no trato digestivo não funcionam no mesmo ritmo durante a vida toda.

4. Falta de fibra na sua dieta

É essencial comer alimentos ricos em fibras, como grãos integrais, frutas e vegetais.

A fibra ajuda a prevenir constipação e estimula os movimentos intestinais.

5. Consumo de leite

Algumas pessoas experimentam constipação quando consomem leite e derivados porque a maioria, na verdade, tem intolerância.

6. Síndrome do intestino irritável

As pessoas que possuem SII experimentam constipação com mais frequência em comparação com pessoas que não têm esse problema.

7. Gravidez

A gravidez vem com mudanças hormonais que podem tornar as mulheres mais propensas à prisão de ventre.

Além disso, o útero tende a comprimir o intestino, o que pode retardar o movimento dos alimentos.

8. Uso excessivo de laxantes

É verdade que os laxantes são eficientes para liberar as fezes, mas o uso regular acaba viciando.

Resultado, o corpo se acostuma e só consegue eliminar as toxinas depois do remédio.

É por isso que, ao longo do tempo, a pessoa acaba tendo que aumentar a dosagem para obter o mesmo efeito de antes.

Ou seja, não abuse de laxantes.

9. Não ir ao banheiro quando chega a hora

Tem gente que prende e não vai ao banheiro quando sente vontade.

Assim, a vontade passa.

E, quanto mais você demorar a ir, mais difícil e mais secas as fezes se tornarão.

10. Não consumir bastante água

Se você beber quantidade suficiente de água, pode reduzir o risco de constipação.

Muitas bebidas e refrigerantes que contêm cafeína podem levar a desidratação e prisão de ventre.

Além disso, o álcool também causa desidratação.

Então, se você sofre desse mal, fuja de bebidas alcoólicas.

A boa notícia é que o tratamento da prisão de ventre pode ser feito com uma alternativa caseira e natural.

Trata-se de uma bebida à base de limão e chia.

O limão possui propriedades antivirais e antioxidantes, além de ajudar a desintoxicar o estômago e intestino.

A semente de chia, por outro lado, é riquíssima em fibras.

Veja como fazer:

INGREDIENTES

1 colher (sopa) de sementes de chia

1 colher (sopa) de suco de limão

1 colher (sopa) de mel

1 copo de água pura

MODO DE PREPARO

Adicione as sementes de chia na água e deixe descansar por duas horas.

Passado esse tempo, coe e coloque as sementes no liquidificador com o mel e o limão.

Por fim, bata por alguns minutos e beba em seguida.

Outra excelente alternativa natural para diminuir o estômago alto e a barriga inchada são os Chás de ervas. Eles podem ser usados para limpar o intestino. Dentre essas ervas, temos:

  • As folhas de sene, com efeito medicinal laxante;
  • A hortelã, que apresenta efeito positivo no sistema digestivo, além de ser extremamente relaxante;
  • A camomila que tem efeitos anti-inflamatórios e propriedades medicinais de cura;
  • O tomilho, que além de anti-inflamatório, também favorece problemas digestivos;
  • O dente-de-leão, que ajuda na digestão além de ser anti-inflamatório e relaxante;
  • E o anis, que é uma substância natural que ajuda na regulação das funções intestinais e digestivas, além de ter ação protetora para o intestino e o cólon.

Tomar chá de gengibre ou adicionar gengibre em outros tipos de chá de ervas também é uma boa recomendação, já que ele não só reduz o inchaço mas também estimula o funcionamento natural do cólon, mantendo o órgão livre de resíduos e toxinas.

O modo de preparo desses chás é muito simples, envolvendo uma infusão de cerca de 5 a 10 minutos dessa ervas em água fervendo.

 

CURTIU A DICA? INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL  ➜ https://goo.gl/zajniC

intes1

 

Inscreva-se aqui Receba artigos e dicas imperdíveis

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.