Home / Saúde / Para mulheres: 8 plantas que vão aumentar a energia e regular os hormônios

Para mulheres: 8 plantas que vão aumentar a energia e regular os hormônios

Atenção, se você é mulher!

Este texto é especialmente para você.

Fizemos uma pesquisa com plantas que melhoram a saúde feminina.

A pesquisa resultou numa seleção com plantas que vão ajudar as mulheres a:

– diminuir o estresse

– aumentar a energia

– aumentar a excitação

– dormir melhor

– equilibrar hormônios

– aliviar a dor

– combater o envelhecimento precoce

Vale a pena você que é mulher ler este texto.

Os homens também, pois devem repassar para as mãe, irmãs, namoradas e as esposas.

São informações importantes que certamente vão ajudar a quem é mulher a ter uma vida muito mais saudável.

Aí vai a nossa seleção de plantas para as mulheres:

No centro da foto, cúrcuma em pó

1. CÚRCUMA (AÇAFRÃO)

A cúrcuma ou açafrão-da-terra (Curcuma longa, nome científico) é um tempero que não pode faltar na mesa de ninguém, especialmente as mulheres.

Ela atua como um anti-inflamatório natural, antisséptico, antioxidante e antibacteriana e, por isso, previne e combate inflamações e doenças em todo o aparelho feminino.

2. CHÁ VERDE

Muitos estudos indicam que o chá verde é um forte preventivo de tumores.

As mulheres, portanto, podem se beneficiar do consumo de chá verde para se prevenir de câncer, em especial do câncer de mama.

Outro grande benefício do chá verde para as mulheres é a sua capacidade de ajudar a controlar o peso.

O chá verde ajuda a gordura corporal oxidar mais rapidamente e melhora o metabolismo do corpo.

Ele também atua como um supressor do apetite.

3. GENGIBRE

É uma planta de fama milenar.

Para você ter ideia, o sábio chinês Confúcio, que viveu 2.500 anos atrás e morreu com mais de 70 anos (uma raridade para a época dele), citou o gengibre e alguns de seus maravilhosos benefícios (que Confúcio sabia certamengte por uso e intuição, pois não havia pesquisas na época) no livro “Analectos”.

Por que as mulheres devem consumir gengibre com regularidade?

Por várias razões.

Uma delas é que o gengibre é afrodisíaco.

A outra é que o gengibre comprovadamente é eficaz contra enjoo

Então as grávidas devem consumir gengibre quando se sentirem enjoadas.

Para o ginecologista Corintio Mariani Neto, da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia, “o gengibre é tão eficaz quanto a vitamina B6 (piridoxina) no combate às náuseas e vômitos. Doses de até 1.000 mg diários de gengibre são eficazes, sem quaisquer resultados negativos para a gravidez, e podem ser usadas sem preocupação”.

As pesquisas mostram que o gengibre age no sistema nervoso central inibindo os receptores da serotonina e exercendo efeitos antieméticos (que inibem o vômito)

O gengibre também pode aliviar a dor.

Um estudo realizado pela Universidade de Miami concluiu que o extrato de gengibre é capaz de reduzir a dor e a rigidez em pacientes com osteoartrite.

4. CIMICIFUGA OU ERVA-DE-SÃO-CRISTÓVÃO

Você nunca ouviu falar desta erva?

Pois é bom procurar saber mais sobre ela, principalmente se você está na menopausa e está sofrendo com o calorão típico desta fase.

A cimicifuga (Cimicifuga racemosa), também conhecida como erva-de-são-cristóvão, é uma das plantas mais estudadas para tratar os sintomas da menopausa.

A maioria desses estudos mostrou que ela é bastante eficaz na redução dos suores nocturnos.

Acredita-se que essa ação se deva à capacidade da cimicifuga de reduzir os hormônios que causam esses sintomas.

Existe até remédio vendido em farmáciam que contém a cimicifuga para tratar sintomas da menopausa.

Por isso vale a pena, se você está sofrendo com o calorão da menopausa, conversar com seu médico sobre esta erva.

5. DONG QUAI

Esta plantada é reconhecida pelos chineses de “o remédio natural das mulheres”.

Ela é um tônico ginecológico, combatendo diversos problemas, como cólicas e menstruação irregular.

Dong quai é um regulador ginecológico natural que trabalha para equilibrar os níveis de estrogênio e, ao mesmo tempo, acalmar o sistema nervoso.

Além disso, é um poderoso fortificante para o sangue, pois contém um número surpreendente de vitaminas e minerais, como ácido fólico, ácido folínico, ácido nicotínico, biotina e vitamina B 12.

E também ajuda a aumentar o volume de sangue depois de uma cirurgia.

Dong quai pode ser comprada em lojas de produtos naturais e, na forma de cápsulas, pode ser encontrada em alguns mercados e fármacias de manipulação.

6. LINHAÇA

As mulheres sofrem mais de prisão de ventre do que os homens.

E a linhaça, com suas fibras, ajuda a normalizar o funcionamento do intestino.

Além disso,  essa semente ameniza problemas femininos como TPM ou sintomas da menopausa.

A linhaça é fonte de ômega 3, ômega 6, antioxidantes, fibras, vitaminas e minerais.

E ela tem ação fitoestrogênica.

Sabe o que isso significa?

Que ela é rica em um fitoesterol (lignana) que possui ação similar, embora mais fraca, ao estrogênio no organismo.

Por isso ajuda a minimizar os sintomas da TPM e principalmente da menopausa, quando os níveis desse hormônio são baixos.

7. MACA

Esta raiz originária do Peru melhora a função endócrina.

O sistema endócrino inclui todas as glândulas do corpo e os hormônios que essas glândulas produzem.

Esses hormônios controlam funções como fertilidade, digestão, cérebro e fisiologia do sistema nervoso, do sono e níveis de energia.

Consumir a raiz de maca ajuda a aliviar os sintomas menstruais ou menopausa.

E eleva o desejo sexual tanto nas mulheres como nos homens.

A maca peruana é também benéficas para as mulheres porque ajuda com a fertilidade.

Além disso, ela um adaptógeno, ou seja, ajuda o corpo a lidar com o estresse.

A maca é mais facilmente encontrada sob a forma de farinha (em lojas de produtos naturais), que pode ser adicionada a sucos, vitaminas, sopas e saladas (1 colher de sobremesa duas vezes por dia).

8. VITEX

É um forte tônico hormonal para as mulheres.

Ele trabalha diretamente no sistema endócrino e normaliza a glândula pituitária, que é responsável pelo equilíbrio de progesterona e estrogênio no corpo.

Muitos sintomas pode ocorrer quando esses hormônios estão fora de equilíbrio, algo que acontece quase toda vez que a mulher está no ciclo menstrual.

Muitos estudo já provaram que o vitex alivia sintomas da TPM e da menopausa.

Alguns acreditam que ela ajuda a evitar aborto no primeiro trimestre da gravidez e que aumenta a oferta de leite materno depois do nascimento do bebê.

No entanto, as futuras mamães sempre devem consultar o médico antes de consumir qualquer medicamento ou alimento, mesmo que sejam naturais.

Você encontra a erva vitex normalmente em farmácias de manipulação ou homeopáticas.