Home / Saúde / Ingua nas Axilas – O que fazer?

Ingua nas Axilas – O que fazer?

Ingua nas Axilas – O que fazer?

 

A gente acaba deixando nossa saúde de lado, nos dedicando mais a família e aos nossos trabalhos. O nosso corpo, frente a infecções e inflamações aponta que algo de errado está acontecendo. Isso pode ser notado através dos sinais e sintomas: febre, vômitos, diarreia e o aparecimento de ínguas pelo corpo, principalmente quando se há um processo inflamatório acontecendo.

Nós possuímos espalhados por todo o corpo, linfonodos que são responsáveis por absorver as impurezas do nosso corpo e elimina-los através da urina. Quando há um processo inflamatório, dependendo da região da inflamação, esses linfonodos que estão localizados em lugares específicos, irão virar ínguas, ou seja, uma espécie de nódulo bem dolorido e muitas vezes avermelhado. A Ingua nas Axilas são as mais comuns, pois nas axilas encontram-se grande parte dos linfonodos do corpo responsáveis por essa “filtragem”.

Como é Ingua na axila?

Ingua na axila , o nódulo pode ser um pequeno caroço, ou ser extremamente visível. Caroços nas axilas podem ser causados por cistos, infecções ou irritação devido à raspar/depilar ou uso de antitranspirantes. No entanto, esses caroços também pode indicar um problema de saúde grave. O diagnóstico médico deve ser sua principal opção se você tem um nódulo da axila que gradualmente se torna alargado, não é doloroso, ou não vai embora naturalmente

A maioria dos nódulos são inofensivos e são geralmente o resultado de crescimento anormal de tecido. No entanto, as protuberâncias das axilas podem ser relacionadas com um problema de saúde subjacente mais grave. Todas as protuberâncias incomuns devem ser avaliadas por um médico dermatologista, endocrinologista, alergista ou clínico geral, que serão responsáveis por encaminhar você ao tratamento e profissionais adequados.

Dicas:

As causas mais comuns de nódulos nas axilas são:

  • Infecções bacterianas;
  • Crescimentos de tecido gordo inofensivo (lipomas);
  • Reações alérgicas;
  • Reações adversas a vacinas;
  • Infecções virais:
  • Crescimento do tecido fibroso não canceroso (fibroadenoma);
  • Câncer de mama;
  • Câncer do sistema linfático (linfoma);
  • Câncer do sangue na medula óssea (leucemia).

O que fazer?

Primeiro passo ao aparecimento da íngua, é procurar um médico. (Foto: Divulgação)

Seja qual for a causa do surgimento dessa íngua na axila, deve ser somente analisado por um médico. Mas, no geral não deve-se entrar em pânico antes de qualquer consulta com um especialista. Procure ajuda médica principalmente se a íngua aumentar de tamanho e estiver sensível, dolorido ou provocar coceiras. Evite se auto medicar, pois isso ao invés de solucionar o problema, pode não resolve-lo e ocasionar outro.

Leia também:

É bom lembrar 

Na maioria dos casos, as protuberâncias na axila não necessitam de qualquer tratamento. Remédios caseiros, como compressas mornas e analgésicos podem ser usados ​​para aliviar qualquer desconforto. As protuberâncias que não necessitam de tratamento incluem as que estão associadas com:

  • Lipomas;
  • Infecções virais;
  • Fibroadenoma (nódulos de mama não cancerosos).