Home / Pele / Esfoliante para desencravar pelos: receita caseira para antes da depilação

Esfoliante para desencravar pelos: receita caseira para antes da depilação

Esfoliante para desencravar pelos: receita caseira para antes da depilação

É difícil encontrar uma mulher que não tenha sofrido, pelo menos uma vez na vida, com pelos encravados. Eles incomodam e podem ficar com aspecto desagradável, formando bolinhas ásperas nos locais em que surgem. O problema, no entanto, pode ser prevenido com esfoliantes para depilação. O dermatologista Alberto Cordeiro ensina uma receita caseira que pode ajudar a fugir dos pelos encravados.

Leia também:

Como desencravar pelos

Alguns pelos crescem para “dentro” da pele e acabam encravando

Cordeiro explica que o pelo encravado surge por um “processo errado” na formação do pelo. “Alguns pelos, ao crescer, não conseguem ultrapassar a ‘barreira’ de pele, e se curvam, retornando para dentro”, diz o médico. Quando o pelo retorna para a pele, começa um processo inflamatório, que pode desencadear a formação de uma pústula, normalmente com ponto de pus e com coloração avermelhada em volta.

O dermatologista desaconselha tirar pelo encravado com agulha ou apertar a ferida. “Isso pode piorar o processo, porque o local já está inflamado, e pode acabar infeccionando e criando um problema ainda pior”. Ou seja, não saia cutucando os pelos encravados, por mais tentador que seja. Cordeiro diz que costuma receitar cremes ou loções anti-inflamatórias para passar no local, que tratam a inflamação e ajudam o pelo a sair normalmente. Caso a inflamação piore, o mais indicado é sempre consultar seu dermatologista.

O médico diz que é importante ressaltar que o pelo encravado não necessariamente é uma foliculite: esta é uma inflamação do folículo piloso que pode ou não vir acompanhada de pelos encravados.

Esfoliar evita pelos encravados?

A esfoliação não trata os pelos encravados, mas pode ajudar a preveni-los

O esfoliante serve como uma prevenção, e não como um tratamento para pelo encravado. “Não vai adiantar esfoliar o pelo encravado. Ele não vai sair por causa da esfoliação. O tratamento para o pelo encravado é outro, conforme explicamos”, diz Cordeiro.

Esfoliar ajuda a tirar as camadas de células mortas da pele. “O uso de esfoliante evita que essas células obstruam os folículos pilosos. Como a causa de o pelo encravar é justamente o fato de ele não conseguir ultrapassar as barreiras da pele, sem essas células mortas é maior a chance de o pelo conseguir nascer normalmente e não encravar e inflamar”, esclarece o dermatologista.

Esfoliar antes de depilar e nunca usar bucha são as recomendações médicas

Ele diz que o esfoliante, portanto, pode ajudar a diminuir a frequência e a incidência de pelos encravados e de foliculite também.

Esfoliar: antes ou depois da depilação?

A prática deve ser feita sempre antes da depilação, seja ela de qualquer tipo. “A depilação, com lâmina ou cera, agride a pele e ela fica mais sensível e suscetível a irritações, e esfoliar depois disso não é uma boa ideia”, explica o profissional.

Com que frequência?

Somente uma vez por semana. Caso contrário, o procedimento se torna agressivo, tira a proteção natural da pele e as inflamações podem piorar, fazendo surgir ainda outras complicações.

Esfoliação com bucha vegetal

De acordo com Cordeiro, esse tipo de esfoliação irrita e agride muito a pele, além de não ter efeito sobre os pelos e, por isso, não é recomendada.

Esfoliante caseiro para depilação

O esfoliante leva apenas mel e açúcar. Deve ser usado no máximo uma vez por semana

O dermatologista ensina a preparar uma receita de esfoliante que vai te ajudar a prevenir os pelos encravados.

Os ingredientes são açúcar e mel: o mel ajuda a hidratar e os cristais do açúcar vão remover gentilmente as células mortas. A medida é de uma colher de sopa de cada ingrediente. Misture bem e passe a pasta com movimentos circulares no local desejado, delicadamente. Depois, basta enxaguar.