Home / Pele / Dica importante sobre pintas no corpo saiba os riscos

Dica importante sobre pintas no corpo saiba os riscos

Dica importante sobre pintas no corpo saiba os riscos

Quando uma pinta muda de cor, tamanho ou forma é importante procurar urgente um dermatologista. Além disso, quando uma pinta deixa de ser inofensiva, pode apresentar ardor, coceira, dor ou sangramentos. Existem muitos tipos de manchas que não tem problema algum mas no caso de notar que ela dói , muda de lugar , se torna áspera ou etc deve procurar imediatamente um dermatologista.

As pintas atípicas são maiores que as pintas ordinárias, podem chegar a medir mais de um centímetro. Sua forma pode variar e também sua cor, indo desde um pardo claro até um tom muito escuro situado em um fundo rosado. Lunares Existem muitas pessoas que podem chegar a ter cem ou mais pintas atípicas, ainda em idade avançada podem continuar surgindo, essas se localizam em qualquer parte do corpo, especialmente naqueles lugares que regularmente permanecem cobertos. As pessoas que têm muitas pintas maiores e que, além disso, têm familiares que sofreram com este tipo de pinta (ou ainda, com melanomas) devem ter muito cuidado, posto que têm grande possibilidade de sofrerem de câncer de pele , pois é também hereditário. Assim que ante qualquer suspeita, deve-se buscar ajuda profissional imediatamente, além disso, sempre se deve usar um bom protetor solar, já que os raios do sol aumentam o perigo de desenvolver o câncer de pele.

Como saber se as pintas são anormais?

Melanomas, É muito importante aprender a identificar as pintas anormais, para fazê-lo se deve examinar a pele com frequência e estabelecer a diferença que há entre uma pinta inofensiva e normal ante uma que está se tornando atípica, que pode culminar em uma pinta cancerosa. Temos que considerar: Uma pinta suspeita não tem assimetria, isto é, uma de suas metades não é igual a outra, pode variar o tamanho, a forma, a cor, a espessura,não parece fazer parte da mesma pinta. As bordas são muito irregulares, são manchadas, não têm uma forma definida. A cor não é igual em toda pinta, pode ter várias cores de uma vez. O tamanho de um melanoma pode ser entre seis milímetros de diâmetro ou um pouco menor. Seu tamanho varia. Ante quaisquer destes sinais o melhor é procurar uma atenção especializada, já que se deixar avançar, pode se tornar um problema de saúde verdadeiramente complicado e perigoso.

Entenda a diferença entre uma sarda, uma mancha e uma pinta

É muito comum as pessoas se confundirem na hora de identificar uma sarda, pinta ou mancha na pele. As manchas podem ser sinais de nascença ou adquiridas, e neste caso, devem ser acompanhadas pelo resto da vida. Qualquer mudança na cor, tamanho e textura requer análise de um dermatologista para diagnosticar um possível problema. Segundo a dermatologista Miriam Sabino de Oliveira, são muitos os aspectos que uma pigmentação descontrolada pode apresentar na pele.

Leia mais :

manchas na pele 2

O sol é o maior vilão para provocar reações na pele, pois ele é capaz de disparar o mecanismo natural da melanina que produz sinais indesejados na pele. Por isso, no final do verão é comum aparecer manchas que não existiam antes da temporada de calor.

De olho nas manchas

As sardas ou efélides surgem em pessoas de pele clara, sendo que têm maior incidência em ruivos e de olhos claros. A pele clara tem tendência a apresentar manchas solares e até câncer de pele com o passar da idade e com a exposição solar cumulativa durante os anos.

Manchas escuras na pele

Elas surgem, principalmente no rosto mas podem aparecer nos braços e nas costas. As sardas costumam aparecer na infância por volta dos cinco anos de idade, como manchas acastanhadas na pele exposta à luz — destaca a dermatologista.

A tendência é que as sardas aumentem em número, tamanho e profundidade de pigmentação na estação mais quente do ano.
— Se a exposição ao sol for controlada, as sardas tendem a clarear gradualmente. Tratamentos de clareamento podem acelerar esse processo — Leia essa dica  Vitanol-A para Espinhas, Rugas, Manchas, Melasmas e Estrias e Como tirar manchas da axila .

É sarda ou mancha?
Ambas são manchas escuras, porém as sardas serão sempre manchas de tom castanho-claro. Já as manchas senis são aquelas marcas escuras que costumam aparecer em decorrência da exposição solar ao longo da vida. Algumas podem apresentar variações entre o marrom e o preto, e em diferentes formas: redonda, pequena, grande, planas ou sobrelevadas. Os dois tipos de sardas mais comuns são as pequenas manchas amarronzadas que aparecem nas zonas da pele mais expostas ao sol, e as manchas marrom claro que podem aparecer em qualquer parte da pele e que afetam a maioria das pessoas com o avanço da idade.

— Geralmente as sardas são lesões benignas e não oferecem risco de virar câncer de pele. Mas, para evitar a doença, é preciso estar atento ao sinal de alerta que a pele emite em relação à exposição excessiva do sol, que pode desencadear o câncer de pele .