Home / Pele / Como Curar o Melasma

Como Curar o Melasma

Como Curar o Melasma

O melasma é a descoloração temporária da pele na região do rosto. Ele normalmente aparece como manchas de bronzeado, de cor marrom ou azul-acinzentado nas maçãs do rosto, lábio superior, testa e queixo. O melasma é causado principalmente por alterações hormonais e exposição ao sol; portanto, os tratamentos mais eficazes e duradouros são direcionados para essas causas.

Proteja sua pele dos raios solares. Use um protetor solar de amplo espectro UVA/UVB para proteger sua pele da exposição ao sol. A proteção pode prevenir o surgimento do melasma e reduzir o risco de piorar o melasma que já se manifestou em sua pele.

  • Aplique o protetor solar na pele 20 minutos antes de se expor ao sol. Procure usar um protetor com FPS 30 ou superior e que tenha nutrientes em sua formulação, como o zinco, para, além de proteger, ajudar a nutrir a pele.
  • Você também pode tentar “dobrar” a proteção. Para obter maior proteção, depois de passar uma camada do protetor com FPS 30, passe uma camada de protetor com FPS 15.
  • Procure usar um chapéu de abas largas e óculos de sol, para proteger ainda mais seu rosto. Se seu melasma for muito grave, quando se expor ao sol, procure usar também camisas de mangas longas e calças.

Reduza a ingestão de alimentos que estimulam o crescimento de Cândida. A Cândida é um fungo que pode ter um efeito similar ao estrogênio no corpo, podendo desencadear o aparecimento do melasma. Alimentos ricos em açúcar, glúten e fermento podem alimentar e facilitar o desenvolvimento da Cândida; portanto, limitar a ingestão desses alimentos pode ajudar a curar sua pele.

melasma cura

  • Além disso, em grande quantidade, a Cândida também pode causar inflamação, produção de radicais livres e danificar seu sistema imunológico.
  • Uma boa indicação de que seu corpo está com excesso de Cândida é o surgimento frequente de infecções por levedura. A Cândida normalmente é a principal culpada pelas infecções por levedura, portanto, se você tem sofrido com infecções recorrentes, sua dieta também pode estar causando seu melasma.

O estresse pode agravar o desequilíbrio hormonal e, se isso for a causa de seu melasma, encontrar formas de diminuir o estresse pode ajudar a tratar seu problema.

 

Opte por um tratamento mais natural. Se você não gosta de utilizar substâncias químicas, saiba que existem algumas substâncias naturais que podem suprimir a produção da pigmentação e dos componentes do pigmento escuro da pele.

  • Um dos tratamentos naturais mais recomendados para o melasma é ao uso da amoreira-de-papel. Essa planta cresce como uma árvore ou arbusto pequeno e, embora tenha muitos usos não medicinais, o extrato ou os produtos que contêm o extrato dessa planta podem ser tomados ou usados topicamente para tratar o melasma. Para obter os melhores resultados com a amoreira-de-papel, siga corretamente as instruções de uso do fabricante do produto.
  • Outros ingredientes conhecidos por ajudar a tratar o melasma e que podem ser aplicados topicamente incluem a uva ursina, o agrião, o ácido mandélico, ácido láctico, o extrato da casca do limão, o vinagre de maçã e a vitamina C. Todas essas substâncias são capazes de diminuir a produção dos componentes do pigmento escuro da pele, sem anulá-los e causar irritação ou fotossensibilidade.