Home / Saúde / Como acabar com a crise de amidalite

Como acabar com a crise de amidalite

É possível que algo esteja se escondendo na sua boca sem que você saiba. Este intruso causa mau hálito, além de eventualmente tornar sua deglutição dolorida. Porém, poucos são capazes de identificar estes pequenos vilões.

Quem já teve amidalite alguma vez na vida sabe bem o quão dolorida esta inflamação pode ser. Durante vários dias, o ato de comer se transforma em uma tortura terrível. Infelizmente, algumas pessoas são mais suscetíveis e tem que enfrentar este situação dolorosa com relativa frequência.

 

O problema é que cada crise de amidalite acaba muitas vezes gerando pequenas fissuras nas amídalas. Estes buraquinhos, conhecidos como ”criptas”, podem acumular restos de comida, células mortas e bactérias. Ao longo do tempo, depósitos de cálcio solidificam este material, transformando a mistura em algo conhecido como “pedras das amídalas”. Estas pedras aderem à superfície da glândula e permanecem alojadas neste local. Um estudo recente mostrou que 1 em cada 4 pessoas tem estas pedrinhas no fundo da garganta.

LEIA TAMBÉM

Dicas para Acabar com o Mau Hálito

Asma, gripe, sinusite e dor de garganta

Remédio natural contra infecções na garganta

Atenção: apenas olhe as fotos a seguir se você tiver um estômago forte.

 

Porém, estas “pedras” podem causar dor, inflamações no ouvido e mau hálito. Por isso, é aconselhável que elas sejam removidas. Mas como? Existem duas possibilidades: pedras que estão alojadas na superfície da amídala são fáceis de visualizar. Elas parecem pequenos pontinhos brancos.

 

Se você pressionar cuidadosamente sua amídala com a ponta da escova de dentes ou com um cotonete, as pedras, em geral, se soltam e caem. E não se preocupe caso você acabe as ingerindo acidentalmente, elas não representam nenhum risco à sua saúde.

 

Uma outra alternativa é procurar um médico especialista em nariz e ouvido ou um dentista. Eles podem remover as pedras facilmente e também te dar conselhos sobre como prevenir que os detritos se acumulem outra vez.

Lembre-se sempre de verificar as pedras caso suas amídalas parecem doloridas ou caso seu hálito esteja mau cheiroso. Elas são muitas vezes as causadoras destes sintomas desagradáveis. Às vezes, estes pequenos acúmulos de detrito podem passar despercebidos durante anos.

Causas

Amigdalite é geralmente causada por vírus, mas também pode haver infecção bacteriana.

A bactéria mais comum entre as causas de amigdalite é a Streptococcus pyogenes, mais conhecida como estreptococo do grupo A, também responsável por outras condições, a exemplo da faringite. Outras bactérias também podem estar envolvidas no desenvolvimento da doença.

Fatores de risco

Alguns fatores são considerados de risco para o desenvolvimento de amigdalite. Confira:

 

  • Idade: pessoas mais jovens costumam ter mais chances de apresentar a doença do que pessoas mais velhas. Geralmente, amigdalite aparece em crianças e préadolescentes.
  • Exposição a vírus e bactérias também pode levar à amigdalite, especialmente em crianças que frequentem creches e escolas.

Prevenção

Algumas medidas podem ajudar a prevenir o desenvolvimento da amigdalite. Veja:

  • Lave as mãos frequentemente. Elas são a principal porta de entrada para muitos vírus e bactérias.
  • Evite compartilhar itens de uso pessoal, como talheres e escovas de dente.

 

Compartilhe esta informação com todos que você conhece! Com certeza, este conhecimento pode acabar ajudando alguém.

 

Via: Não Acredito – O víde é de autoria do blog americano Gross Science. Todo e qualquer procedimento bucal deve ser seguido pelo seu dentista de confiança.