Home / Variedades / Banho e Tosa Do seu Cachorro em Casa

Banho e Tosa Do seu Cachorro em Casa

Banho e Tosa Do seu Cachorro em Casa

Existe uma grande parcela de donos de cachorros que preferem dar banho no seu animal de estimação na sua própria casa, sem precisar levar ele para os estabelecimentos comerciais próprios para isso, como os conhecidos Pet Shops.

Os motivos são os mais variados possíveis: economia de dinheiro, dificuldade de locomoção com o cachorro até o estabelecimento mais próximo ou até mesmo desconfiança, já que cresce o número de denúncia de maus tratos aos animais nestas lojas. Mas ao optar dar banho no seu cachorro dentro de casa, é importante que o dono do animal tome algumas providencias para que tanto o animal quanto o próprio dono sejam resguardados e não tenham nenhum tipo de problema.

A maioria dos veterinários acreditam que a tarefa de dar banho em um cachorro dentro de casa pode ser fácil ou difícil, sendo que tudo vai depender do comportamento do animal e também de quão ele está acostumado a tomar banhos.

Geralmente os animais que são acostumados desde filhotes a tomar banho em casa não apresentam grandes problemas.

Confira então algumas dicas que poderão facilitar sua vida na hora de dar banho no seu pet.

Materiais

Para dar um bom banho no seu pet o ideal é que se tenha uma toalha limpa, água quente em abundancia, um secador de cabelos que possa ser utilizado no cão e também uma área para o banho, que sempre vai depender do tamanho do cachorro. É importante que ele não se sinta muito apertado neste local, ou então o banho poderá ser mais difícil.

Uma dica interessante também é tentar proteger os ouvidos do seu cachorro com pedaços de algodão. Caso entre água ou qualquer produto ali, além de incomodar muito o cachorro, ele poderá ter algum problema mais sério. Outro material que sempre deve ser deixado por perto também na hora do banho é um pacote de petiscos.

Não custa nada dar um mimo para o animal quando ele se comporta no banho, e ainda por cima ainda pode incentivar ele a ter continuar tendo este comportamento.

como fazer banho e tosa em cas

Hora do banho

Antes de colocar o cachorro na água, no caso dos cães que possuem pelo mais comprido o ideal é que seja feita uma escovação antes, para que se tenha menos trabalho na hora de esfregar e não correr o risco de machucar o cachorro com os nós. Certifique-se que a água está morninha, mesmo nos dias mais quentes do ano, já que a maioria dos cachorros atuais não suportam água gelada.

O ideal é utilizar um chuveirinho móvel ou uma mangueira para conseguir molhar o cão mais rapidamente. Dá pra usar também uma esponja para ajudar a dar banho no cachorro, principalmente nas partes que ficam mais sujas, como ao redor da boca, as patas e o rabo.

Mas certifique-se que a escova seja macia. No final do banho, seque bem o cachorro com uma toalha e depois termine o procedimento com o secador.

Cuidado com a temperatura do secador para não queimar o seu cão. As vantagens da escovação e tosa nos cachorros são variadas e estimulantes.

Seja para aliviar o peludo nas altas temperaturas do verão, para garantir a higiene do animal ou simplesmente para deixar mais bonito, os diversos motivos fazem com que cada vez mais pessoas se interessem pelo assunto.

Porém, a tosa é uma atividade que exige cuidados especiais, conhecimento sobre pelagem e máquinas, além da experiência com animais.

É possível tosar o seu bichinho de estimação em casa e poupar o peludo do estresse de ir ao pet shop e ser tratado por desconhecidos. Porém, cada cachorro possui um estilo diferente de pelo, o que requer que o dono entenda como funciona o procedimento de acordo com a raça.

Os tipos de lâminas, objetivo da tosa e as partes do corpo do animal que devem ser aparadas também variam de acordo com a origem do cão.

Quais ferramentas utilizar?

Para quem está interessado em iniciar o processo de tosa em casa, é preciso primeiramente estudar sobre os materiais necessários e disponíveis no mercado. O tipo de pelo e o tamanho do animal influenciam na escolha dos equipamentos a serem utilizados.

Tipos de escova, luvas e especificações

Escova de Pínus (Pin brush): usada para massagem e separação dos fios.

Pin Palm Brush: ideal para remover o pelo morto do cão.

Luva de arame: usada em cachorros com camadas de pelo, como o Basset Hound.

Luva de borracha: faz a remoção da pelagem morta em cães de pelo curto.

Escova de cerdas naturais: utilizada em cães que apresentam pelagem sensível.

Rasqueadeira: uso especial para retirada de pelos mortos.

Fotos das escovas e luvas usadas para a tosa

Luva de fio de aço

Luva de fio de aço (Luva de arame)

Escova de cerdas naturais

Escova de cerdas naturais

Escova Pínus

Escova de Pínus

Luva de plástico

Luva de plástico

Pin Palm Brush

Pin Palm Brush

Rasqueadeira

Rasqueadeira

Escovas para tipos de pelos diferentes

Tipos de pelos: liso, curto e com camadas: escova de cerdas e escova do tipo luva de borracha.

Liso, curto e sem camadas: escova do tipo luva de borracha.

Longo, áspero e liso: rasqueadeira e pin brush.

Longo, áspero e crespo: Pin brush, pente e rasqueadeira.

Longo, duro e crespo: Pente e rasqueadeira.

Longo, macio e liso: Pin brush e pente de aço.

Variedade de máquinas e preços

A máquina que será utilizada para a tosa também precisa ser escolhida com cuidado. As diversas máquinas no mercado possuem especificações distintas e preços que podem chegar até R$ 700,00.

As mais baratas custam entre R$ 300,00 e R$ 500,00. Essas máquinas oferecem fácil manuseio e cortes suaves. As mais caras do mercado, que custam em torno de R$ 700,00, são mais modernas, silenciosas, possuem variações de velocidade e são indicadas para uso profissional.

Como tosar meu cachorro?

Como posso começar a tosar? O primeiro passo é adquirir os materiais corretos de acordo com a raça, a pelagem e o tamanho do animal. Logo após, faça uma escovação completa: retire os nós, amacie os pelos e, se for necessário, separe as camadas para a tosa.

Na hora de tosar, verifique o tipo de lâmina ideal para a raça e quais partes devem ser tosadas e cortadas. Cuide para não machucar a pele do animal e tenha atenção redobrada nas partes mais sensíveis. Estude também o estilo da tosagem e quais as partes que devem permanecer intactas.

Após a retirada dos pelos, faça os acabamentos finais com a tesoura e emparelhe os fios. Máquina x tesoura As duas ferramentas apresentam características diferentes e o uso varia de acordo com o tipo de pelagem do cão. A tesoura tem a função de fazer os ajustes nas regiões em que a densidade do pelo deve ser mantida.

A ferramenta também é utilizada para tirar os excessos e corrigir possíveis erros cometidos pela máquina. A maioria dos cães exige mais o uso da máquina do que da tesoura, principalmente os mais peludos. A máquina deve ser utilizada com a lâmina certa, para que o corte seja feito na altura ideal.

Após a tosa, a tesoura costuma ser necessária para os acabamentos finais. Dicas e cuidados Antes de começar a escovar, umedeça o pelo do animal para facilitar o processo. Não faça movimentos agressivos, mas seja firme na hora de separar a pelagem. Evite tocar na pele do animal, o contato da escova pode machucar e causar sensação de desconforto.

No momento da escovação, verifique a qualidade da pelagem e se não há pragas como pulgas e carrapatos.

No caso de encontrar algum problema como feridas ou alergias, não realize o processo de tosa se não tiver experiência, para não correr risco de tocar na pele do animal e agravar o problema. Leve ao veterinário e inicie o tratamento adequado.

Escolha a posição mais confortável para o animal e evite que ele fique agitado durante o processo.

É aconselhável exercitar o cão antes de realizar a tosa.

Se o animal estiver cansado será mais fácil manusear o pelo.

A máquina também precisa de alguns cuidados como limpeza e esterilização.

A lâmina deve ser limpada com uma escova pequena e o uso de álcool na limpeza não é recomendado.

Diferença entre raças Além do tipo de escova, pente, lâmina a ser utilizada e outras ferramentas variarem de acordo com as raças, a forma de tosar também apresenta diferenças.

Se o cão não for aparado do jeito correto, é possível que o resultado final não seja muito favorável e apresente desequilíbrio na densidade dos pelos.

Cuide também para não cortar demais e quais as partes do cão que não devem entrar em contato com a máquina.

Fox Terrier Recomenda-se o uso da lâmina 10 ou 7. Pelagem do corpo, cauda, cabeça e orelhas devem ser cortadas. Região do focinho e olhos não leva tosa. Cuidado com os cortes nas partes sensíveis do animal. Scottish terrier No corpo do animal deve ser utilizado lâmina 5 ou 7. Os pelos das patas não devem ser cortados, para que o cão fique naquele estilo “vestindo a saia”. A região do peitoral requer atenção para ficar em forma de triângulo. Poodle A raça oferece diversos tipos de tosas e é preciso escolher qual estilo adotar.

Na tosa clássica, utiliza-se lâmina 10 ou 40, além da tesoura reta. A região das patas, cauda (antes do pompom) e coxas devem ser tosadas, as outras partes são acertadas com a tesoura. O volume no inicio das patas, ponta do rabo e cabeça deve ser mantido. Cocker A raça é uma das mais difíceis e demoradas para tosar. A maior parte do pelo precisa ser retirada com as mãos, sem o uso da máquina. Se o processo não for feito assim, a cor da pelagem ficará desparelha. Cuidado especial para cães agressivos Alguns cães reagem mal ao desconforto da tosa e podem agir agressivamente.

O tratamento com esse tipo de cão deve ser diferenciado, pois a agressão durante o processo pode causar sérios machucados no animal ou no tosador. Poodle é uma das principais raças que reagem agressivamente no banho e na tosa. Se o seu cão for assim, utilize uma focinheira e faça uma longa caminhada antes de iniciar o processo. Tente deixar o animal em um estado de passividade e submissão, para garantir o melhor resultado da tosa. Por: Filipi S. A. e Por Fofuxo.com