Home / Emagrecimento / 5 dicas para perder a barriga sem fazer academia nem dieta pesada

5 dicas para perder a barriga sem fazer academia nem dieta pesada

A barriguinha saliente é um enorme inimigo para as mulheres e homens que, mesmo cuidando da saúde e do corpo, muitos vezes têm que encarar. Há milhares de pessoas, até bem  magras, que têm aquela “pança”, um incômodo na hora de colocar uma roupa mais colada ou investir num biquíni.

Porém, há algumas formas de diminuir a gordura abdominal sem ter que fazer uma dieta restritiva nem precisar malhar várias horas semanais fazendo centenas de abdominais.

-> Diminua a ingestão de lactose
Queijos, manteiga, iogurte… estes alimentos são uma delícia, porém, eles podem ser os responsáveis pelo seu inchaço abdominal e, muitas vezes, também são os culpados por dores na região. Na realidade, há uma grande percentagem de pessoas no mundo que são intolerantes à lactose e não sabem, por isso ficam inchadas e com gases.

A lactose é o açúcar presente no leite, ou seja, é um carboidrato. A maioria das pessoa que  a cortam da dieta e depois a introduzem novamente na alimentação relatam inchaço abdominal e falha na digestão. Além disso, esse nutriente não é necessário ao organismo humano adulto e “o viver” sem o consumo da lactose não leva o indivíduo a risco nutricional ou falta de nutriente no organismo. Quem é intolerante á lactose geralmente apresenta mal-estar gastrointestinal, dores abdominais e flatulência“.

-> Coma mais peixes como salmão, sardinha e atum
Estes peixes são ricos em nutrientes e antioxidantes, que ajudam a emagrecer e a diminuir a gordura localizada

A sardinha, o salmão e o atum são fontes protéicas que fornecem aminoácidos para nosso organismo que irá formar nossos músculos. Por isso, eles ajudam muito a queimar calorias e a potencializar a malhação. Além disso, assim como toda fonte de proteína animal, são fontes de cálcio, um nutriente essencial para a contração muscular. O atum, o salmão e a sardinha possuem naturalmente o ômega 3, um nutriente extremamente antioxidante. Além disso, são alimentos com baixo valor calórico e pouca gordura”, afirma a nutricionista Patricia Davidson Haiat, do Rio de Janeiro.

-> Evite brócolis

Segundo a  famosa nutricionista norte-americana Katherine Brooking , o brócolis provoca inchaço por ser uma fibra solúvel, que não quebra até atingir o intestino grosso – onde a sua digestão provoca muitos gases.  Além disso, o brócolis contem uma pequena quantidade de rafinose, um açucar complexo que produz gases.

LEIA TAMBÉM

-> Coma mais farelo de aveia
O farelo de aveia é um grande aliado das mulheres que desejam perder gordura abdominal e melhorar o funcionamento do intestino. Ele pode ser usado com um dos ingredientes para fazer pães, sucos e bolachas ou até mesmo para complementar, como um “tempero”, para uma fruta ou doce, por exemplo.

Para o endocrinologista Alfredo Cury, do Spa Posse do Corpo, a aveia é um grão potente, rico em minerais como cálcio e ferro, além de possuir vitaminas do complexo B e E, proteínas e fibras. “Entre seus benefícios, é capaz de promover sensação de saciedade, melhorar o funcionamento intestinal, facilitar a digestão, controlar a pressão arterial, diminuir colesterol ruim, ou seja, todos fatores que ajudam a diminuir a barriga. O indicado é comer 30 gramas do alimento por dia, o equivalente a três colheres de sopa”, afirma

-> Evite feijão
Ainda segundo Katherine Brooking, o feijão produz muitos gases intestinais, pois eles contêm oligossacarídeos, um tipo de açúcar complexo formado por moléculas que são muito grandes para o intestino delgado. Além disso, o corpo não pode quebrar este complexo de açúcar, uma vez que não possui a enzima de fazê-lo. Por isso quem come uma feijoada, por exemplo, fica com a barriga extremamente inchada.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*